Caso haja greve, Justiça determina que 60% da frota de ônibus circule em São Luís

A desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho do Maranhão, Márcia Andrea Farias da Silva, determinou liminarmente nesta quinta-feira (01) que 60% da frota de coletivos de São Luís opere plenamente a partir da próxima segunda-feira (05), dia no qual os rodoviários pretendem paralisar as atividades.

A liminar é fruto de uma ação ajuizada pelo Sindicato das Empresas de Transporte (SET).

A desembargadora proibiu também que o Sindicato que representa a categoria de motoristas e cobradores adote outras medidas de protesto, tais como como “operação catraca livre”, “operação tartaruga e “operação piquete”, sob pena de aplicação de multa de R$ 1 mil por hora de descumprimento da presente decisão.

Os rodoviários anunciaram a paralisação no início desta semana após a realização de duas assembleias.

As principais reivindicações da categoria são reajuste salarial de 13% e aumento do ticket alimentação dos atuais R$ 490,00 para R$ 650,00.

Até o momento, o SET apresentou uma única contraproposta, que prevê reajuste do salário em 2,5%.

Leia também:

Aumento de passagens dos coletivos de São Luís está descartado

Em nova assembleia, Rodoviários confirmam greve para próxima segunda-feira

2 pensou em “Caso haja greve, Justiça determina que 60% da frota de ônibus circule em São Luís

  1. Pingback: Greve de ônibus em São Luís deve ter início na próxima segunda-feira, anuncia Sindicato - Blog do Gláucio Ericeira

  2. Pingback: TRT tentará intermediar entendimento entre rodoviários e patrões - Blog do Gláucio Ericeira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.