Fuga em Pedrinhas: Chefe da quadrilha é preso e dois assaltantes são mortos

Assaltantes foragidos foram mortos durante confronto com a polícia.

A Polícia Civil prendeu ontem, na Vila Conceição, em São Luís, Leonilson dos Santos Nascimento, conhecido como Codó. Ele é apontado como chefe de uma quadrilha especializada em assaltos a bancos que, no último domingo, explodiu parte do muro do Complexo Penitenciário de Pedrinhas para resgatar comparsas. Na ocasião, mais de 20 detentos fugiram.

Na ação policial, houve confronto com os também assaltantes de banco, Ronalth Correa Coelho e Valdemir Laurindo Flores, que acompanhavam Codó.

Eles foram baleados e acabaram falecendo. Ambos integrava o grupo de fugitivos que escapou da penitenciária no fim de semana.

A operação para prender os assaltantes foi iniciada por meio de uma denúncia anônima encaminhada à Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc).

O Superintendente adjunto da Senarc, Valdenor Viegas, disse que “os bandidos revidaram, ocasionando uma troca de tiros”.

Durante a ação, dois investigadores foram atingidos nas mãos. Os policiais cercaram a residência onde os três estavam escondidos, oportunidade na qual Ronalth e Valdenir efetuaram vários disparos.

Codó, segunda a polícia, chegou a fazer moradores como reféns. Porém, após uma negociação, acabou se entregando.

Com os criminosos foram apreendidos um fuzil 556, que foi utilizado no resgate no presídio; uma pistola 9mm; um revólver e diversas munições deflagradas.

Os dois policiais da Senarc atingidos passaram por pequenas cirurgias e passam bem.

Codó foi encaminhado à Seic, onde foi autuado em flagrante.

Com informações da Asscom da SSP 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.