Flávio Dino segue sem empecilhos e dono da sua própria reeleição

Faltando pouco mais de um ano e cinco meses para as próximas eleições, o governador Flávio Dino (PC do B) caminha sem empecilhos e dono absoluto da sua reeleição.

Dino, além de estar sentado na máquina forte chamada Palácio dos Leões, possui grupo político e partidário robusto, definido e que só tende a crescer, o que, além de lhe garantir mais quatro anos, pode lhe proporcionar vitórias significativas na eleição para o Senado e no pleito proporcional para os cargos de deputados estadual e federal.

Até o momento, não há nenhum movimento político que possa concretamente atrapalhar a renovação do mandato do comunista em 2018.

E para isso, Dino conta com a ajuda substancial do grupo que hoje lhe faz oposição.

A ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) mostra-se fragilizada e sem o gás necessário para enfrentar a dura batalha que é uma campanha ao governo do estado.

Além disso, Roseana divide suas atenções com as diversas ações que responde perante a Justiça.

Dentro do grupo Sarney, até o momento, não há nenhum integrante que bata no peito e fale abertamente e publicamente que iria para a disputa com Flávio Dino em substituição a Roseana, que parece muito mais inclinada a tentar carimbar uma das duas vagas para o Senado ou até um mandato de deputada estadual ou federal.

Em outra ponta, aparece o senador Roberto Rocha (PSB), eleito, em 2014, juntamente com Dino.

Rocha faz, hoje, oposição declarada ao governador e  mantém uma postura de pré-candidato ao governo.

No entanto, ele enfrenta problemas partidários. O senador garante que tem o apoio da executiva nacional do seu partido. Porém, o PSB maranhense é fechado com a reeleição do comunista.

Para tentar viabilizar seu projeto, Rocha teria que migrar para outra sigla, o que é perfeitamente possível.

Mas o senador também tem sérias dificuldades para aglutinar em torno de si um grupo político forte que dê sustentação a sua possível candidatura.

Em uma outra extremidade do tabuleiro político, está a ex-prefeita de Lago da Pedra e presidente regional do PTN, Maura Jorge.

Simpática e atuante, Maura é, inclusive, a única até o momento que afirma ser pré-candidata a governadora.

Ocorre que a ex-deputada estadual também tem grupo político reduzido, cujas atenções ainda tem que ser divididas com o deputado federal Aluísio Mendes, que buscará a reeleição.

É desta forma que está, atualmente, o jogo político rumo a eleição  de 2018.

Com Flávio Dino ganhando fácil e caminhando da mesma forma para mais quatro anos como governador.

1 pensou em “Flávio Dino segue sem empecilhos e dono da sua própria reeleição

  1. Meu Deus, espero que esse homem não ganhe, pois do contrário passarei mais quatro anos dando aula em salas escaldantes.Sei que se outro ganhasse, talvez também não mudaria nada, mas prefiro a esperança do que a certeza de que nada ficará diferente.A escola na qual trabalho e muitas outras, estão abandonada pelo atual governo, que inventou um tal de mais IDEB, para melhorar os índices dos alunos maranhenses, nas notas de português e matemática, sendo que em muitas escolas, nem professor dessas disciplinas existe.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.