Violência: 225 assaltos a coletivos foram registrados na Grande Ilha este ano

Números, de acordo com o Sindicado dos Rodoviários, estão bem acima das estatísticas registradas no primeiro semestre do ano passado.

O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão informou nesta segunda-feira que no período de 1º a 31 de março foram registrados na Grande de São Luís 84 assaltos a ônibus.

Somando os números aos 77 contabilizados em janeiro e 64 em fevereiro, o primeiro trimestre do ano fecha com 225 assaltos cometidos dentro dos coletivos.

No comparativo com o balanço do primeiro trimestre de 2016, quando foram contabilizadas 153 ações do tipo, é possível observar que em 2017, neste mesmo período, já foram praticados 72 assaltos a mais.

As estatísticas refletem na insegurança, compartilhada por passageiros e trabalhadores do sistema no mês passado.

Em relação às datas, com maior quantidade de ocorrências, destaque para o período compreendido entre os dias 22 a 23 de março, que registraram sete assaltos em cada um desses dias. Ou seja, somando são 14 ações criminosas em apenas 48 horas.

Em seguida, aparecem na lista as datas de 13 a 17 de março com seis assaltos em cada um desses dois dias.

Quanto às localidades preferidas pelos criminosos, as principais foram: Bacanga, Anel Viário, Monte Castelo, Maranhão Novo, Terminal da Cohama, Planalto Pingão e Maracanã.

As informações já foram encaminhadas ao Comando de Policiamento Metropolitano. O papel do Sindicato dos Rodoviários é cobrar ações efetivas, que possam impedir que novos assaltos aconteçam no transporte público. É competência da Polícia Militar, combater ostensivamente os crimes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.