Vereador cobra mobilização da classe política para conclusão das obras de duplicação da BR-135

Em pronunciamento da tribuna da Câmara de São Luís, o vereador Marcial Lima (PEN) cobrou a mobilização da classe política maranhense pela conclusão da duplicação da BR-135, que estava prevista para este mês e mais uma vez foi adiada, desta vez por mais um ano – reveja Aqui.

Ele defendeu o envolvimento do Legislativo municipal na questão, já que a rodovia serve a toda população da capital e é a única ligação terrestre da Ilha com o continente.

“Acho que nós, vereadores, temos a obrigação de abordar esse tema aqui na Câmara, pois a maioria das pessoas que usam a BR-135 vive em São Luís”, argumentou, acrescentando que o destino de quem se dirige à região metropolitana pela referida rodovia é a capital, onde ele os colegas têm representatividade.

Marcial Lima considerou inadmissível o descaso com que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) vem tratando a BR-135. E lamentou que deputados e senadores que integram a bancada maranhense no Congresso Nacional não tenham se pronunciado sobre tão grave problema. “Poucos representantes do Maranhão em Brasília tratam com ênfase do tema, que precisa ser discutido, em tom de cobrança”, alertou.

O vereador disse que é preciso sensibilizar o Governo Federal para que a obra seja concluída ainda este ano, pois o novo adiamento, por mais um ano, coincidirá novamente com a estação chuvosa. E o que é pior, o prazo findará mais uma vez em abril, mês mais chuvoso em São Luís, o que resultará em mais atraso. “Há tempo para concluir a obra ainda em 2017”, garantiu Marcial, que, de antemão, condenou uma possível tentativa de retardar a obra por politicagem, para que ela seja inaugurada em pleno período eleitoral.

Disposto a mobilizar a sociedade em prol do término da duplicação, ele anunciou o lançamento de uma campanha nas redes sociais para que as pessoas cobrem deputados federais e senadores para que pressionem o governo, em Brasília, a agilizar a obra.

“Esse apelo é fundamental para que os serviços sejam retomados em maio ou junho, quando as chuvas diminuírem’, conclamou.

Marcial Lima criticou, ainda, a falta de transparência do DNIT em relação ao cronograma da duplicação, pois nenhum órgão ou profissional de imprensa foi informado sobre a mudança. “Subi à tribuna da Câmara para mostrar a insatisfação do povo com o atraso da obra. Como político, sou cobrados nas ruas pelos cidadãos”, ressaltou, informando que ao voltar de viagem após o feriado da Semana Santa ficou preso em um congestionamento por três três horas e meia. “Ou a classe política do Maranhão se une suprapartidariamente em defesa da duplicação da BR-135 ou será mais uma enganação para 2018”, advertiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.