Ribamar: Através de aliados, Luis Fernando acusa Arnaldo Colaço de promover “Indústria de Protesto”

Aliados até ano passado, hoje Colaço é acusado pelo prefeito de promover protestos.

O prefeito Luis Fernando Silva (PSDB) utilizou aliados na imprensa para colocar na conta do policial civil e ex-candidato a vereador, Arnaldo Colaço (PSB), a autoria de vários protestos de moradores que estão ocorrendo no município de São José de Ribamar.

Silva e Colaço, até o ano passado, eram aliados. O segundo, inclusive, abdicou da candidatura a prefeito e anunciou, durante convenção, apoio ao tucano.

Ele concorreu a uma das 17 vagas na Câmara Ribamarense na coligação “Mudança Já”, formada por PTC, PSB, PC do B e PPS. Colaço teve apenas 602 votos.

O companheiro jornalista Ricardo Santos, em seu blog, deu a dica.

Santos publicou texto e um print de uma postagem feita por Colaço em um grupo de whatsapp da cidade nos quais ele atribuiu ao policial civil a responsabilidade de ser o idealizador de uma “Indústria de Protesto” no município.

Na conversa printada e divulgada (veja ao lado), o candidato derrotado ao parlamento, que também amargou derrotas em 2012 (disputou o cargo de prefeito) e 2008 (disputou o cargo de vereador), informou que o Movimento Popular Forte é o Povo, por meio dos moradores do Jardim Tropical, obstruiu, nesta manhã, a via de acesso ao Socorrão II cobrando de Luis Fernando ações emergenciais para recuperar as ruas do bairro – reveja.

À Arnaldo Colaço, também foi atribuída a idealização de um outro protesto, realizado na semana passada no Jardim Turu.

“Nas redes sociais, o principal líder do movimento [Arnaldo Colaço] espalha palavras de ordem incentivando o tumulto e a desordem. Da mesma forma que aconteceu no Jardim Turu, onde a atual gestão já estava com equipes trabalhando na área e o tal movimento nem tomou conhecimento e fecharam a via, ocorreu hoje no Jardim Tropical. A prefeitura está com equipes na região tentando melhorar a situação, na medida do possível, mas a dita “indústria do protesto”, não tomou conhecimento e fechou a Avenida Paraíso”, relatou Santos.

Observadores do cenário político da cidade avaliam que o rompimento entre Luis Fernando e Arnaldo Colaço se deu em função do policial civil, mesmo tendo apoiado o tucano, não ter sido beneficiado com espaços de poder na prefeitura.

1 pensou em “Ribamar: Através de aliados, Luis Fernando acusa Arnaldo Colaço de promover “Indústria de Protesto”

  1. Boa noite ! Participo desse grupo e o único intuito por qual lutamos é de termos os nossos direitos garantidos e vivermos com dignidade pois não temos saneamento básico ,infraestrutura, segurança etc…
    O nosso movimento sempre foi pacífico e se fizemos protesto é para chamar atenção do poder público pois temos voz e queremos acabar com a falta de respeito desses políticos que não estão nem aí para nós.
    Somos cidadãos de bem e pagadores de impostos !
    E aí aqui vai o meu respeito pelo Sr Arnaldo Colaço onde o mesmo não tem nada haver com as nossas manifestações

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.