Rápidas da noite…

Tema mais do que em alta – O presidente da FAMEM, Cleomar Tema, está mais do que em alta com os gestores municipais. Vários fizeram questão de participar, nesta manhã, da coletiva de imprensa na qual o prefeito de Tuntum repassou informações sobre o parcelamento de recursos do ajuste do Fundeb. O comunista Francisco Freitas, prefeito de Lagoa Grande do Maranhão, até entregou a Tema uma carta de reconhecimento pelos serviços prestados ao municipalismo.

Zé Reinaldo foi decisivo – O deputado federal e pré-candidato ao Senado, José Reinaldo Tavares (PSB), teve papel decisivo junto ao governo federal, que recuou e decidiu não mais garfar, de uma só vez, R$ 177 milhões das cidades maranhenses. Ainda na noite de terça-feira, o ex-governador foi o primeiro político maranhense a receber um telefone do ministro Antonio Imbassahy, que o comunicou sobre o parcelamento do débito referente ao ajuste do Fundeb. Prova inconteste de prestígio político e reconhecimento perante ao movimento municipalista no estado.

FAMEM salvou Dino – Ainda durante a coletiva de imprensa na sede da entidade municipalista, em São Luís, um prefeito mais engraçadinho soltou: “A FAMEM salvou os municípios e o governador Flávio Dino”. É que a medida provisória que será editada pelo governo federal também beneficiará o governador Flávio Dino (PC do B), que não mais irá perder R$ 47 milhões de uma só tacada.

Prefeita ostentação novamente – A ex-prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite, voltou a ser alvo de denúncia do Ministério Público por de atos de corrupção. Também figuram como denunciados o seu ex-marido, Beto Rocha; ex-secretários municipais; e empresas que, segundo o MP, estão envolvidas no esquema de fraude em licitações. Nacionalmente conhecida como Prefeita Ostentação, Lidiana e Rocha figuram como alvos em várias ações propostas pelo Parquet, além de possuírem condenações na Justiça e já terem passado uma temporada atrás das grades.

Exploração sexual em Açailândia – Foram presos no município de Açailândia, no início desta semana, empresário e apresentador de TV, Osvaldo Brito de Medeiros Filho e empresário do ramo de entretenimento, Noemi Ataydes, mais conhecido como Miro Ferraz. Eles são acusados de explorar sexualmente menores, dando-lhes em troca dinheiro ou facilidades econômicas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.