Equipamentos culturais da Prefeitura recebem três edições de projeto literário em abril

A Galeria Trapiche Santo Ângelo e a Biblioteca Municipal José Sarney, equipamentos culturais da Prefeitura de São Luís, recebem neste mês de abril três edições do projeto Literatura Mútua, que traz rodas de conversa entre autores maranhenses para comentar experiências de leitura e escrita com o público.

A programação inicia nesta quarta-feira (5), a partir das 19h30, com o ator e poeta Dyl Pires na Galeria Trapiche, localizada na Avenida Vitorino Freire – Praia Grande, em frente ao Terminal de Integração.

No dia 19, o projeto conversa com a poeta Thayná Rosa, também às 19h30, na Galeria Trapiche, e no dia 28 a Biblioteca Municipal recebe a autora Déa Alhadeff para um bate-papo às 15h, com estudantes da rede pública. A Biblioteca fica localizada na Rua do Correio, s/n – Bairro de Fátima. A entrada é gratuita em todas as edições e a mediação é feita pela jornalista Talita Guimarães, idealizadora do projeto.

“O Literatura Mútua iniciou no ano passado como resultado de uma parceria com a Galeria Trapiche, sendo pensado e realizado primeiramente neste equipamento. Depois resolvemos expandir para a 10ª Feira do Livro de São Luís e o projeto ganhou uma maior proporção. Para este ano ele já se estende para a Biblioteca Municipal ressaltando o papel dos equipamentos municipais de cultura de fomentar a literatura e arte local, além de incentivar outros jovens a praticar a leitura e escrita, pois o projeto tem essa proposta de trazer jovens escritores maranhenses para rodas de conversas e isso acaba criando um atrativo para o público de todas as idades, em especial a juventude”, destacou a diretora da Galeria, Camila Grimaldi.

Para o mês de abril, o projeto promove uma roda de conversa especial com o poeta Dyl Pires por ocasião do lançamento de seu novo livro de poesia, “Éguas!” em São Luís, além das edições previstas com as autoras Thayná Rosa (Galeria Trapiche) e Déa Alhadeff (Biblioteca Municipal).

Projeto literário sem fins lucrativos, idealizado pela escritora e jornalista Talita Guimarães, que visa reunir escritores contemporâneos publicados ou não, em rodas de conversa mensais sobre experiências de leitura e escrita. Em 2016, o Literatura Mútua promoveu 11 edições entre agosto e dezembro na Galeria Trapiche e na Feira do Livro de São Luís (FeliS).

Em 2017, o projeto amplia atividades com edições mensais sendo realizadas também na Biblioteca Municipal José Sarney (Rua do Correio, s/n – Bairro de Fátima) e em visitas a escolas, como o Centro de Ensino São Cristóvão.

Entre poetas, cronistas, romancistas, jornalistas e dramaturgos, já compartilharam suas experiências com o projeto os escritores Felipe Castro (MA), Sabryna Mendes (MA), Jônatas (MA), Júlia Emília (MA), Thalita Rebouças (RJ), Ferréz (SP), Duda Veloso (MA), Igor Nascimento (MA), Gustavo Lacombe (RJ), Zema Ribeiro (MA), Manu Marques Barbosa (MA), Laísa Couto (MA), Elizeu Cardoso (MA) e Aurora da Graça.

Em 2017, passarão pelo projeto ainda Beto Scanssete (MA), Fernando Abreu (MA), Jorgeana Braga (MA), Bruno Azevêdo (MA), Frederick Brandão (MA), Sharlene Serra (MA), Rose Panet (PB) e Júnior Lobo (MA).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.