Em menos de 72h, duas estudantes são estupradas na UFMA

Calamitosa. É desta forma que os alunos da Universidade Federal do Maranhão, cujo campus, em São Luís, está localizado na área Itaqui-Bacanga, descrevem a atual situação de total insegurança que reina na instituição pública de ensino.

Só para se ter uma ideia, em menos de 72h duas universitárias foram estupradas nas dependências da cidade universitária.

O primeiro caso ocorreu na noite da última sexta-feira. Uma aluna, cujo nome não será revelado, registrou boletim de ocorrência na delegacia da Vila Embratel relatando que, por volta das 22h30, após deixar uma calourada que era realizada na UFMA, foi abordada por um homem que a levou para um local isolado e cometeu o crime.

Já na noite de ontem, estudantes da instituição de ensino voltaram a relatar, nas redes sociais, que uma outra aluna havia sido vítima de estupro próximo ao Centro Acadêmico Paulo Freire.

“A situação é calamitosa: estupros, assassinatos, roubos e furtos. A segurança – precária – é apenas patrimonial. Tomem muito cuidado ao circular pelas instalações da universidade, evitem andar sozinhos”, relatou Wesley Sousa, em sua página no Facebook.

A reitoria da UFMA é comandada pela professora Nair Portela que, coincidentemente, vem a ser irmã do secretário estadual de Segurança Pública, Jeferson Portela.

Até o momento, Nair não se pronunciou sobre os casos, assim como o seu irmão secretário.

1 pensou em “Em menos de 72h, duas estudantes são estupradas na UFMA

  1. Pingback: Estudantes realizam protesto cobrando mais segurança na UFMA | Blog do Gláucio Ericeira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.