Roseana permanecerá em silêncio sobre candidatura até resolver todos os imbróglios na Justiça

A ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) obteve ontem uma importante vitória. O juiz Clésio Coelho Cunha, que responde pela 7ª Vara Criminal de São Luís, absolveu a peemedebista das acusações de desvio de recursos na área da saúde.

Mas a decisão ainda não é o suficiente para que Roseana venha a público externar se será, ou não, candidata em 2018.

Faltando um ano e nove meses para próximo pleito, a ex-governadora já informou a aliados próximos que só anunciará uma possível candidatura – seja ao governo do Maranhão; seja a Assembleia Legislativa ou Câmara Federal – distante de qualquer pendência na Justiça.

Ano passado, Roseana conseguiu livrar-se das acusações dos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção apurados no bojo da operação Lava-Jato.

O inquérito foi arquivado pelo então ministro do Supremo Tribunal Federal, Teori Zavascki, que acatou pedido da Procuradoria Geral da República.

No entanto, na semana passada, ela foi alcançada por uma decisão da juíza Oriana Gomes, titular da 8ª Vara Criminal, que resultou no sequestro de todos os seus bens, além do bloqueio de suas contas bancárias.

A magistrada acatou pedido do Ministério Público Estadual que apontou Roseana e outras nove pessoas como integrantes de uma quadrilha que teria desviado dos cofres públicos maranhenses, segundo o MP, mais de R$ 1 bilhão oriundos do setor fazendário.

Por mais que aliados da ex-governadora afirmem, vez por outra, que ela concorrerá contra o govenador Flávio Dino (PC do B), que tentará a reeleição, Roseana só fará qualquer anúncio de candidatura livre de qualquer problema judicial.

É aguardar e conferir.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.