Rápidas da Câmara de São Luís…

José Joaquim assume Diretoria – O ex-vereador José Joaquim (PSDB) assumiu a Diretoria Legislativa da Câmara Municipal de São Luís. O tucano aceitou convite feito pelo presidente da Casa, vereador Astro de Ogum (PR), e terá papel fundamental nas novas ações administrativas, dentre elas a realização de concurso público, que Ogum pretende implementar neste biênio. Ex-candidato a vice-prefeito na chapa da deputada Eliziane Gama (PPS), Joaquim também havia sido convidado pelo governador Flávio Dino (PC do B) para integrar os quadros da Secretaria de Estado da Comunicação e Articulação Política na condição de adjunto. Preferiu permanecer no Parlamento Municipal, onde exerceu sete mandatos consecutivos e é profundo conhecedor do Regimento Interno.

Chico Carvalho na CCJ – O vereador Chico Carvalho (PSL) é o nome mais forte para assumir a presidência da Comissão de Constituição e Justiça.

Orçamento – Já Comissão de Orçamento é disputada pelos vereadores Dr. Gutemberg (PSDB) e Osmar Filho (PDT) – este último 1º vice-presidente da Casa.  A composição das Comissões deverá ser anunciada até o fim da semana.

Legalização do Uber – A legalização do serviço Uber, aplicativo de transporte privado de passageiros, ainda promete render muitos debates no plenário. Hoje, pelos menos três vereadores se manifestaram sobre o assunto. Umbelino Júnior (PPS) cobrou posicionamento da presidência da Casa acerca da promulgação, ou não, do projeto de lei, de autoria da ex-vereadora Luciana Mendes (PP), que proíbe o serviço em São Luís. O projeto, aprovado na legislação passada, não foi sancionado pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) e retornou para Câmara.

Legalização do Uber II – Beto Castro (PROS) propôs que seja realizada uma audiência pública para discutir o tema. De acordo com ele, somente ouvindo a população e a categoria dos taxistas, por exemplo, será possível estabelecer uma linha de trabalho mais clara para aprovar, ou não, o serviço.

Legalização do Uber III – Já o vereador Paulo Victor, também do PROS e autor do projeto de lei que regulamenta a utilização do aplicativo, voltou a defender a livre concorrência e afirmar que o serviço, a exemplo do que já ocorre em outras grandes cidades, deve ser implantado na capital.

Pereirinha cobra Bancada Maranhense – O vereador Isaías Pereirinha (PSL) deu um puxão de orelha nos deputados federais e senadores que formam a Bancada Maranhense em Brasília. Para o ex-presidente da Câmara, é necessário que os parlamentares mostrem com clareza os valores de suas emendas que estão sendo destinados para São Luís.

Visita aos hospitais – Marcial Lima (PEN), no seu segundo pronunciamento feito no plenário, convidou os demais parlamentares para realizar uma visita conjunta nas unidades de saúde da capital. Lima disse que vem recebendo muitas reclamações sobre o funcionamento e serviços prestados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.