Flávio Dino garante governabilidade com maioria folgada na Assembleia

O governador Flávio Dino (PC do B) garantiu maioria folgada dos deputados que integram os blocos parlamentares formados na Assembleia Legislativa.

O comunista, desta forma, mantém a governabilidade necessária para aprovar as matérias de interesse do governo e abafar, quando necessário for, denúncias e solicitações feias pela oposição.

A base governista na AL é formada por 31 deputados oriundos de vários partidos, tais como DEM, PSB, SD, PDT, PRB, PSDC, PT, PSC, PHS, PR, PSDB, PV e PC do B.

O maior grupo, formado por 23 parlamentares, é o bloco Parlamentar Unidos Pelo Maranhão, cujos integrantes são: Ana do Gás, Antônio Pereira, Bira do Pindaré, Cabo Campos, Levi Pontes, Edivaldo Holanda, Edson Araújo, Fábio Braga, Fábio Macedo, Francisca Primo, Glalbert Cutrim, Humberto Coutinho, Júnior Verde, Othelino Neto, Paulo Neto, Marco Aurélio, Rafael Leitoa, Raimundo Cutrim, Ricardo Rios, Rogério Cafeteira, Stênio Resende, Valéria Macedo e Zé Inácio.

Compondo outro bloco governista, estão Carlinhos Florêncio, Josimar de Maranhãozinho, Léo Cunha, Sérgio Frota e Vinícius Louro.

No PV, que formou bloco isolado com integrantes do partido, apenas Adriano Sarney e Edilázio Júnior permanecerão no campo oposicionista, Hemetério Weba e Rigo Teles seguirão com o governo.

O quarto bloco parlamentar é formado por deputados que farão oposição ao governador. Porém, de maneira, digamos, mais amena.

São eles: Alexandre Almeida, Eduardo Braide, Wellington do Curso, Max Barros e Graça Paz – esta última anunciou recentemente o seu desligamento da base governista.

No bloco verdadeiramente da oposição, estão Sousa Neto, Andréa Murad e Nina Melo. O peemedebista Roberto Costa está inserido no bloco. No entanto, a julgar pelo seu comportamento na legislatura passada, não deverá ocasionar maiores transtornos ao governo.

O deputado César Pires, do PEN, resolveu não compor nenhum dos blocos. Ele garante que terá postura independente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.