Após Júlio Pinheiro reassumir Sinproesemma, Governo envia para AL proposta de reajuste para profissionais do magistério

Os comunistas Júlio Pinheiro, presidente do Sindicado e vice-prefeito, e Flávio Dino.

Cerca de três horas. Esse foi o tempo máximo que separou a assembleia da direção estadual do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinporesemma) e o ato do governador Flávio Dino (PC do B), que assinou Medida Provisória concedendo aumento de 8% nas remunerações do magistério estadual.

A MP já foi encaminhada à Assembleia Legislativa e deverá ser aprovada sem maiores problemas na próxima semana.

A reunião de trabalho da direção do Sindicato aconteceu na tarde da última quarta-feira, encerrando-se por volta das 18h.

O curioso é que, sem maiores alardes, o vice-prefeito de São Luís, Júlio Pinheiro, também do PC do B, reassumiu, minutos antes do início da reunião, a presidência da entidade.

A informação foi divulgada com exclusividade pelo blog no texto Júlio Pinheiro reassume presidência do Sinproesemma e entidade vai aprovar reajuste proposto pelo governo

Já por volta das 21h do mesmo dia, Pinheiro e outros membros da direção do Sindicato já estavam no Palácio dos Leões onde foram recebidos por Dino, que assinou o documento e sacramentou o reajuste salarial.

De acordo com o que está previsto na MP, a Gratificação de Atividade de Magistério, de todos os cargos, recebe aumentos de 16%, resultando em ganhos de 8% na remuneração final dos trabalhadores. Além da Gam, os vencimentos dos trabalhadores que ganham abaixo do piso serão aumentados em 8%.

A menor GAM passará de 75% para 89% e a maior que é de 104% passará a ser de 120,32%. Com essa correção na gratificação e nos vencimentos de quem ganha abaixo do piso, segundo o Sinproesemma, a remuneração dos educadores será reajustada em 4% neste mês de fevereiro e em mais 4% em maio, chegando aos 8%.

O presidente da entidade e vice-prefeito da capital comemorou afirmando: “Estamos em um cenário de crise em todo Brasil, com dificuldades dos Estados em conceder aumentos. Se conquistamos reajuste na GAM, resultando em ganhos na remuneração, por que não vamos aceitar? São aumentos nos salários dos educadores do Maranhão que nem todas as categorias estão recebendo”, disse.

1 pensou em “Após Júlio Pinheiro reassumir Sinproesemma, Governo envia para AL proposta de reajuste para profissionais do magistério

  1. Quero deixar os meus parabéns ao Governador. Num momento de crise, o Maranhão vem demonstrando avanços em vários setores. Aumentar salário num cenário em que outros Estados estão parcelando salários atrasados é um indicador de que as contas estão bem geridas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.