Rodoviários de São Luís irão definir sobre greve somente na próxima semana

Categoria se reuniu hoje em duas assembleias.

Os trabalhadores do transporte coletivo de São Luís decidiram, após duas assembleias realizadas nesta quinta-feira (12), que irão aguardar até a próxima semana para deflagrar, ou não, um movimento grevista.

Eles aprovaram o chamado “Estado de Greve”, espécie de recado dado aos empresários e ao poder público no sentido de que as negociações avancem por um período de, pelo menos, uma semana.

A categoria está cobrando o cumprimento de acordo, firmado ano passado entre o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de São Luís, prefeitura e consórcios, que determinou o aproveitamento, por parte das empresas que ganharam a licitação do setor, de mais de 500 trabalhadores do sistema que foram demitidos. O acordo, segundo Castelo Branco, teve a chancela do Ministério Público Estadual.

Também reivindica o pagamento de verbas rescisórias e do 13º salário dos fiscais do consórcio Rio Anil e São Cristovão; pagamento, em dia, dos salários e do plano de saúde; melhoria da estrutura física de diversos pontos finais; cumprimento da convenção coletiva de trabalho no que diz respeito ao pagamento de salários por meio de contas em banco; cumprimento do intervalo para descanso entre as viagens; dentre outras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.