Sobre Gláucio Ericeira

É formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão. Atuou como repórter no Jornal Pequeno e como repórter e editor no Jornal O Imparcial. Foi assessor de imprensa das prefeituras de Paço do Lumiar e São José de Ribamar. Integrou a equipe de profissionais da Secretaria de Comunicação da Assembleia Legislativa do Maranhão. Foi assessor de imprensa da presidência do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão. Exerce, atualmente, o cargo de assessor de imprensa da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão.

Penha visita bairros de São Luís e comemora Dia das Crianças com a comunidade

A exemplo do que acontece todos os anos, o vereador Raimundo Penha (PDT) visitou, na sexta-feira, sábado e domingo, diversos bairros de São Luís, onde interagiu com os moradores e participou da tradicional festa do Dia das Crianças.

Membro da Comissão da Infância e Juventude da Câmara Municipal, além de ter sido representante do parlamento no Conselho Municipal da Criança e Adolescente, Penha tem identidade com a pauta ligada aos mais jovens.

Como secretário municipal de Esporte e Lazer, o pedetista reestruturou o projeto “Movimento e Resgate”, que atende mais de cinco mil crianças e adolescentes em várias regiões da capital, oferecendo a eles atividades esportivas variadas e de inclusão social.

Raimundo Penha iniciou a agenda de comemorações na Rua do Grêmio, no bairro da Liberdade, onde uma grande festa do Dia das Crianças foi organizada.

Em seguida, esteve no dia de lazer promovido pelo grupo Cachimblema e que foi direcionado para centenas de crianças moradoras também da Liberdade.

No Ipase de Baixo, o vereador teve o prazer de participar com a criançada de brincadeiras tradicionais, como cabo de guerra e corrida com saco.

“Muito feliz em ver as comunidades se mobilizando para realizar esse dia de lazer para criançada. As crianças têm direito ao lazer, assim como têm direito à saúde e educação”, afirmou o parlamentar.

No bairro do Rio Anil, a festança teve prosseguimento com promoção de brincadeiras, distribuição de brinquedos e apresentação do balé de rua.

Na área Itaqui-Bacanga, Penha esteve no Anjo da Guarda participando de mais uma animada comemoração.

No Bairro de Fátima, o vereador acompanhou as atividades e fez questão de participar da entrega dos presentes.

Já no Pão de Açúcar, a festa contou com a presença em massa dos moradores.

“Já é uma tradição em nossa comunidade. As crianças já ficam na expectativa. Agradeço o vereador Penha, que há seis anos participa e nos ajuda a realizar esta festa”, disse a moradora Ana Reis, do Pão de Açúcar

A agenda foi finalizada na Vila Goreth, na região da Camboa.

Feirinha São Luís atrai público infantil em celebração ao Dia das Crianças

Nesse domingo (14), a Praça Benedito Leite foi tomada por famílias inteiras que levaram os pequenos para celebrar o Dia das Crianças, 12 de outubro, na Feirinha São Luís.

O programa foi criado na gestão do prefeito Edivaldo e estimula a agricultura familiar bem como a cultura, artesanato, gastronomia e literatura. Acompanhado da primeira-dama, Camila Holanda e da filha Thalita, o prefeito Edivaldo acompanhou a programação juntamente com o público presente.

“As crianças são o nosso futuro e são prioridade na nossa gestão. Esta edição da Feirinha São Luís foi pensada para elas e para suas famílias. A Feirinha já é um ponto de encontro dos ludovicenses e visitantes, que podem desfrutar de um ambiente familiar e do que há de melhor na nossa agricultura familiar e também de atrações da nossa cultura, artesanato e lazer”, disse o prefeito Edivaldo.

A diversão foi a palavra de ordem para as crianças que compareceram ao evento. A brinquedoteca sustentável, com brinquedos feitos de materiais recicláveis e até um tapete para brincar de amarelinha, além de contação de histórias, encantaram os pequenos enquanto os pais se divertiam com segurança.

“Na Feirinha São Luís as crianças brincam com tranquilidade e segurança, os pais podem aproveitar as apresentações culturais, fazer compras, além de encontrar diversas opções de alimentação, com toda a qualidade que nossos feirantes oferecem”, disse o secretário de Articulação Política e coordenador do evento, Ivaldo Rodrigues.

Teve ainda uma programação cultural pensada especialmente para os pequenos, com o Boi Barriquinha, Projeto Pimpolho Capoeira, e Banda do Bom Menino.

Para os adultos, Boi de Nina Rodrigues e o cantor PP Júnior e Banda garantiram a diversão.

Benedito Neves, gerente administrativo, é pai do pequeno Thiago, de 9 anos, que dança no Barriquinha e acredita na importância de aproximar as crianças das raízes da cultura local. “É uma satisfação pra mim como pai, ver meu filho dançando no Boi Barriquinha, que é a certeza da continuidade da nossa cultura, junto com as outras crianças que também participam da brincadeira. Acredito que respeitar e valorizar a cultura desde cedo incentiva na boa formação, e ajuda a estimular a criatividade”, disse.

Reforma administrativa e decisões judiciais podem mudar composições da Assembleia e Câmara

Uma reforma administrativa, que deverá ser promovida pelo governador Flávio Dino (PC do B) no início de 2019, e possíveis decisões judiciais envolvendo recursos de candidatos aos cargos de deputado estadual e deputado federal, irão alterar a composição da Assembleia Legislativa do Maranhão e Câmara Federal.

É certo, segundo fontes palacianas, que Dino modificará, mais uma vez, o seu secretariado.

A ação, prevista para ser colocada em prática em fevereiro ou março, terá, claro, o seu viés político, uma vez que a saída de parlamentares dos seus cargos abrirá espaço para que outros aliados do comunista assumam, mesmo que temporariamente, assentos na Alema e Congresso.

Não será surpresa que ex-secretários como o deputado estadual reeleito, Neto Evangelista (DEM), e o deputado estadual e deputado federal eleito, Bira do Pindaré (PSB), sejam novamente chamados para a equipe governamental.

Evangelista foi secretário estadual de Desenvolvimento Social e Pindaré comandou a pasta da Ciência e Tecnologia.

Caso Neto retorne ao governo, quem assume é o ainda deputado Edivaldo Holanda (PTC), pai do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

Com a saída de Bira, o eterno suplente Simplício Araújo (SD) seria alçado à condição de deputado federal interino.

É pouco provável que o deputado federal eleito e braço direito de Dino, Márcio Jerry (PC do B), retorne à pasta da Comunicação e Assuntos Políticos, o que abriria vaga para Gastão Vieira (PROS).

Jerry está empolgado com a ideia de trabalhar em Brasília e já se movimenta no sentido de ser um dos “cabeças” da nova Bancada Maranhense.

Neste caso, uma possibilidade seria convocar Pedro Lucas Fernandes (PTB), que presidiu a Agência Executiva Metropolitana.

Porém, o retorno do jovem deputado federal a São Luís é um plano que, muito provavelmente, deverá ser executado mais próximo da eleição municipal de 2020.

Vale destacar que, na nova reforma administrativa, o governador ainda terá que encontrar espaços para aliados reprovados nas urnas, tais como Rogério Cafeteira (DEM) e Julião Amin (PDT), por exemplo.

Sub judice – Paralelo a isso, o quadro também pode se alterado em função de possíveis decisões judiciais provenientes de recursos impetrados por candidatos.

É o caso do ex-secretário estadual de Saúde, Ricardo Murad (PRP), que concorreu sub judice para deputado federal por ter tido o registro de candidatura indeferido pela Justiça Eleitoral (reveja).

Se Ricardo tiver os mais de 23 mil votos validados, Juscelino Filho (DEM) perderia a vaga para Wolmer Araújo (PV), que também aguarda o julgamento de um processo contra ele no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE/MA).

Na Assembleia, a validação dos votos de Hemetério Weba (PP) beneficiaria Edivaldo Holanda, que passaria para a condição de reeleito.

Nesta situação, o Pastor Cavalcante (PROS) seria realocado para a suplência.

Outro imbróglio envolve os petistas Sayd Zaidan e Luiz Henrique Lula da Silva. A validação dos votos do primeiro beneficiaria diretamente o segundo, que passaria para condição de eleito.

Neste caso, o prejudicado seria o pedetista Ricardo Rios, que perderia a titularidade do mandato.

Edinho recua, diz que se identifica com Bolsonaro, mas garante voto em Haddad

O empresário e ainda primeiro suplente de senador, Edison Lobão Filho (MDB), resolveu recuar e adotar um novo discurso relacionado ao pleito presidencial.

No início da semana, em entrevista ao blog Minuto Barra, Edinho anunciou apoio ao candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro (reveja).

“Não tenho dúvidas, Bolsonaro será eleito presidente e aqui declaro a ele todo o meu apoio. Minha preocupação é com o Maranhão, o povo sofrerá demais neste segundo governo de Flávio Dino, os maranhenses pagarão um preço alto por terem reelegido este comunista, tenho pena do povo pelo que virá pela frente”, afirmou o empresário na oportunidade.

No entanto, Edinho mudou o discurso e, em entrevista ao Jornal O Imparcial, divulgada ontem (leia Aqui), afirmou se identificar com Bolsonaro, mas garantiu que votará em Fernando Haddad, candidato do PT ao Palácio do Planalto.

“Eu sou muito parecido com o Bolsonaro. Temos vários pontos em comum. Nossa bandeira é verde, amarela e azul. Não é vermelha. As nossas crianças têm que ter cuidado, esse liberalismo sexual com crianças é criminoso. Pensamos igual. Eu não votaria em Haddad em condições normais sob hipótese nenhuma. Só que acontece que, infelizmente, sete milhões escolheram manter um governo comunista no estado do Maranhão. Eu vejo que Bolsonaro é contra comunista, faz declaração contra Flávio Dino. E quem vai sofrer as consequências disso somos nós. Bolsonaro vai fechar as torneiras para o Maranhão. Contra minhas vontades quero que o Haddad ganhe”, pontuou.

Edinho é filho do ainda senador Edison Lobão (MDB), que não conseguiu reeleger-se, terminando a disputa em quarto lugar, atrás do ainda deputado federal Sarney Filho (PV), pai do deputado estadual reeleito, Adriano Sarney (PV), que também declarou apoio ao capitão reformado do Exército (reveja).

Após denúncia do Blog, prefeita revoga portaria dando férias forçadas para servidores de Bacabeira

Fernanda Gonçalo adotou medida após sofrer derrota nas urnas.

Não durou vinte quatro horas efeito de uma portaria baixada pela Secretaria Municipal de Administração e Finanças dando férias forçadas e coletivas para servidores comissionados e contratados do setor da educação do município de Bacabeira.

O dispositivo, instituído na quarta-feira (10) por determinação da prefeita Fernanda Gonçalo (PMN), foi revogado diante da repercussão negativa ocasionada pela denúncia feita pelo editor do Blog do Glaucio Ericeira com base em documentos e relatos de funcionários.

Ainda na quarta, a prefeita mandou suspender a portaria, conforme pode ser constatado nos áudios no fim do texto.

Nele, o funcionário identificado como Wendell Marcel, que seria assessor do secretário Célio Teixeira de Almeida, confirmou o teor do mecanismo e a sua imediata suspensão, pelo menos por enquanto.

As férias forçadas para servidores da educação de Bacabeira foi uma medida adotada três dias após Fernanda Gonçalo sofrer uma derrota nas urnas.

O seu cunhado, Ariston Ribeiro (Avante), atual vice-prefeito de Santa Rita, cidade administrada pelo marido de Fernanda, o médico Hilton Gonçalo (Avante), perdeu a disputa para a vereadora Kellyane Calvet (PMB), a mais votada em Bacabeira para o cargo de deputada estadual.

As férias foram instituídas de forma irregular, uma vez que muitos funcionários não haviam solicitado o benefício; não houve um comunicado prévio sobre a medida; sendo que pagamento do mesmo também não foi executado.

Para os bacabeirenses, a medida tinha objetivo realizar uma espécie de “pente fino” no funcionalismo visando identificar àqueles que, porventura, traíram a gestora.

Mas diante da repercussão negativa, Fernanda foi abrigada a recuar. Pelo menos por enquanto.

Dino endurece o discurso contra Bolsonaro: “medíocre, fraco, omisso”

Apoiador do petista Fernando Haddad, o governador reeleito do Maranhão, Flávio Dino (PC do B), endureceu o discurso contra o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro.

Depois de afirmar que o coronel reformado do Exército possui uma agenda econômica que aponta para privatizações, perda de soberania nacional e redução de direitos sociais – o que lhe torna uma continuação de Michel Temer – o comunista retornou às redes sociais, nesta sexta-feira (12), para disparar:

“Fui deputado federal e posso afirmar que Bolsonaro era um parlamentar medíocre, fraco, omisso. Fui Relator de leis importantes para Segurança Publica e combate ao crime. Bolsonaro nunca participou, nunca trouxe alguma proposta. Não tem a mínima condição de dirigir o Brasil. Quem conhece Bolsonaro, sabe a razão pela qual ele foge dos debates. Não é apenas covardia. É falta de condições mínimas. Ele não sabe nada sobre o Brasil. É um perigo entregar os nossos destinos a uma pessoa tão despreparada.”, disse.

No primeiro turno, Haddad obteve 61,26% dos votos válidos no Maranhão, contra 24.28% de Bolsonaro.

O petista conta, ainda, com os apoios dos deputados federais e senadores eleitos, Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS).

Eliziane, inclusive, ao declarar sua preferência pelo candidato do PSL levou uma reprimenda pública de representantes da Igreja Assembleia de Deus (reveja).

Já Bolsonaro recebeu os apoios recentes de políticos do grupo Sarney e que fazem oposição a Dino, tais como Adriano Sarney (PV), Roberto Rocha (PSDB) e Edinho Lobão (MDB) – reveja e reveja.

Atendendo pedido de Penha, governo autoriza construção de Praça no Bequimão

Ordem de serviço foi assinada nesta última quinta-feira.

Os moradores do Bequimão, em São Luís, estão em festa. Atendendo solicitação do vereador Raimundo Penha (PDT), o governo do estado, através da Agência Executiva Metropolitana (AGEM), autorizou o início da obra de construção de um importante espaço de lazer e entretenimento no bairro.

A solenidade de assinatura da ordem de serviço foi realizada na noite desta última quinta-feira (11) e contou com as presenças do parlamentar; do presidente da AGEM, Lívio Corrêa; do vereador e deputado federal eleito, Pedro Lucas Fernandes (PTB); do deputado estadual eleito; Márcio Honaiser; do secretário estadual de Agricultura Familiar, Júlio César Mendonças; além de dezenas de moradores.

O terreno, localizado na Avenida 01 e que era utilizado para descarte irregular de lixo, receberá uma Praça dotada de vários equipamentos públicos, como academia ao ar livre e pista de caminhada, por exemplo.

Receberá o nome de Praça Dona Marta, uma homenagem à dona Marta, ex-presidente da Associação de Moradores do Conjunto Bequimão (AMBE), que faleceu ano passado e que sempre lutou pela revitalização da área.

Raimundo Penha lembrou que começou a discutir e reivindicar a execução do serviço ainda no período no qual Pedro Lucas comandava a AGEM.

O vereador agradeceu o seu colega de parlamento e deputado eleito, além do governador Flávio Dino (PC do B).

“Eu e os moradores do Bequimão só temos a agradecer o amigo Pedro Lucas e o governador Flávio Dino, que atenderam o pedido. Esse projeto irá mudar não apenas o aspecto do bairro, mas a realidade das famílias, que terão um excelente local para lazer e esportes”, disse.

Júnior Bill, presidente da AMBE, também comemorou a conquista.

De acordo com ele, a revitalização do espaço era uma reivindicação antiga dos moradores.

“Estamos muito felizes com início das obras. A construção da Praça é um sonho antigo, de mais de 40 anos”.

Pedro Lucas Fernandes classificou o serviço como mais um exemplo do trabalho sério que vem sendo desenvolvido pela Agência Executiva Metropolitana.

“A AGEM tem pouco tempo de existência, mas já mudou a realidade de muitas comunidades. Diversas obras já foram entregues e vemos pela cidade e zonas rurais outros trabalhos em andamento”, comentou.

Derrotados nas urnas, Roberto Rocha e Edinho Lobão também declaram apoio a Bolsonaro

Depois do deputado estadual Adriano Sarney (PV), único membro da família Sarney a conseguir êxito nas eleições deste ano, outras duas figuras conhecidas da política maranhense resolveram se manifestar acerca da disputa presidencial.

O senador e presidente do PSDB no estado, Roberto Rocha, que concorreu ao governo, obtendo 64.446 votos, o que corresponde a apenas 2,05% de um universo de mais de 4,5 milhões de eleitores, confirmou nas suas redes sociais, nesta noite, que apoiará no segundo turno o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, que lidera as pesquisas de intenção de voto.

De acordo com o tucano, “O Brasil vive essa transição, para tempos ainda incertos. Mas a população já deu uma demonstração de que não aceita que o velho continue dominando a política”.

“Como querer que o líder de um partido comande os destinos da nação, de dentro da prisão? Como esperar que esse partido eleja os chefes dos três poderes? Esse foi o triste legado do PT, que ainda acena com brilhantes conquistas sociais mas é incapaz de fazer uma simples autocrítica sobre os escândalos que envergonharam o país”, comentou para, em seguida, cravar:

“Nossa democracia passará o teste decisivo sobre sua solidez. Temos instituições e mecanismos para que prevaleçam todas as cláusulas jurídicas de nossa Constituição. Essa é a lição que o eleitor vem dando, ao valorizar a democracia e a alternância de poder. Manifesto meu voto em Jair Bolsonaro, sem pedir nada em troca, mas apenas me associar à vontade geral do povo, para que brote o novo dos escombros do velho. E que os derrotados, tanto o PT quanto o PSDB, ouçam o clamor das ruas e refaçam seus destinos”.

Vale destacar que no início desta semana a direção nacional do PSDB liberou seus diretórios regionais para adotar o posicionamento que desejarem em relação ao pleito presidencial.

Outro que também declarou apoio ao capitão reformado do Exército foi o empresário Edison Lobão Filho (MDB).

Edinho é filho e primeiro suplente do ainda senador Edison Lobão (MDB), que não conseguiu reeleger-se, terminando a disputa em quarto lugar, atrás do ainda deputado federal Sarney Filho (PV), pai de Adriano Sarney.

“Não tenho dúvidas, Bolsonaro será eleito presidente e aqui declaro a ele todo o meu apoio. Minha preocupação é com o Maranhão, o povo sofrerá demais neste segundo governo de Flávio Dino, os maranhenses pagarão um preço alto por terem reelegido este comunista, tenho pena do povo pelo que virá pela frente”, disse Edinho ao blog Minuto Barra.

Edivaldo insere novos ônibus com ar-condicionado no transporte público da capital

O Sistema de Transporte Público de São Luís, que nos últimos cinco anos deu um salto na melhoria do atendimento à população com a implantação do programa de reestruturação do setor executado na gestão do prefeito Edivaldo, ganhou mais 17 ônibus novos com ar-condicionado.

Os novos veículos foram apresentados na manhã desta quinta-feira (11), em ato realizado na Praça Maria Aragão, com a presença do prefeito Edivaldo.

Os veículos vão atender às linhas do Consórcio Viação Primor e Upaon-Açu, que servem aos bairros Cohama, Vicente Fialho, Ipase, Turu e Cidade Operária e integram um lote de 40 veículos que serão disponibilizados à população até o fim deste ano.

Hoje, em termos percentuais, São Luís tem uma das maiores frotas de ônibus com ar-condicionado entre as capitais do Nordeste, um serviço que foi possível implementar com a renovação da frota do transporte público da cidade, que é uma das prioridades de gestão do prefeito Edivaldo.

“Hoje podemos dizer, seguramente, que São Luís tem um sistema de transporte público muito melhor, atendendo ao usuário com mais qualidade, respeito à população que faz uso do serviço. Modernizamos todo o sistema a partir da realização da licitação pública, um dos grandes atos de nossa gestão para corrigir décadas de atraso no sistema e que nos permitiu reestruturar o setor não apenas renovando a frota, mas executando diversas outras medidas para modernização do sistema de transporte como um todo, utilizando novas ferramentas de gestão e controle operacional, sempre visando ao bem-estar da população que passou a contar com um transporte renovado, muito mais ágil e moderno”, afirmou Edivaldo, que na ocasião estava acompanhado da primeira-dama, Camila Holanda, do vice-prefeito Julio Pinheiro; do secretário adjunto de Trânsito e Transporte (SMTT), Israel Pethros e outras autoridades.

O prefeito Edivaldo destacou ainda as melhorias implementadas no sistema de transporte público da capital como um dos grandes legados no rol das medidas estruturantes adotadas por sua gestão para alavancar setores que por décadas foram relegados ao abandono, como era o caso do transporte público.

Com a inclusão dos novos ônibus, que também contam com elevadores de acessibilidade, a renovação dos veículos do sistema público de transporte da capital já é de cerca de 75% da frota operante. A melhoria no setor também conseguiu reduzir de 10 anos para 4,5 anos a idade média dos ônibus que trafegam atualmente na cidade. Mais de 30% da frota, hoje, tem ar-condicionado.

Único representante da família Sarney na política declara apoio a Bolsonaro

Único representante sanguíneo da família Sarney a obter êxito na eleição do último domingo, o deputado estadual Adriano Sarney (PV), em discurso proferido na Assembleia Legislativa nesta quinta-feira (11), declarou apoio ao deputado federal Jair Bolsonaro, candidato à Presidência da República pelo PSL.

O posicionamento de Adriano, que é filho do ainda deputado federal Sarney Filho (PV), candidato derrotado ao Senado, sinaliza que, de fato, o seu grupo político, comandado pelo ex-presidente José Sarney (MDB), deverá buscar novos ares em Brasília e, quem sabe, tentar uma aproximação com o capitão reformado do Exército, caso este seja eleito.

O deputado estadual reeleito justificou o apoio afirmando que coaduna com Bolsonaro no que diz respeito a combater o comunismo no país.

“Agradeço a todos que votaram em mim pela confiança em meu trabalho e isso me traz um senso de responsabilidade muito grande. Por isso tenho a obrigação de optar por um lado na disputa à Presidência da República e este lado é contra o PCdoB, contra o comunismo, apoiando o Movimento Apartidário Pró-Bolsonaro”, declarou.

Segundo ele, também pesou em sua decisão o fato de que a chapa apoiada pelo governador Flávio Dino à Presidência tem como candidata a vice-presidente uma representante [Manuela D´Ávilla] do PC do B.

“No mais, apoio a proposta do Bolsonaro de acrescentar uma 13ª parcela aos beneficiários do Bolsa Família; fortalecer a Segurança Pública; oferecer um ensino de qualidade para as nossas crianças, enfim, a proposta de unir o Brasil novamente”.