Sobre Gláucio Ericeira

É formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão. Atuou como repórter no Jornal Pequeno e como repórter e editor no Jornal O Imparcial. Foi assessor de imprensa das prefeituras de Paço do Lumiar e São José de Ribamar. Integrou a equipe de profissionais da Secretaria de Comunicação da Assembleia Legislativa do Maranhão. Foi assessor de imprensa da presidência do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão. Exerce, atualmente, o cargo de assessor de imprensa da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão.

“O meu medo é que isso possa vir a ser verdade mais adiante”, afirma Joaquim Haickel sobre desistência de Roseana

O ex-deputado e ex-secretário estadual de Esporte e Lazer, Joaquim Haickel, divulgou neste último fim de semana, em alguns grupos de mensagem, áudio no qual conclamou aliados da ex-governadora Roseana Sarney (MDB) a se unirem no sentido de a estimularem a não desistir da corrida pelo comando do Palácio dos Leões.

De acordo com Haickel, neste momento Roseana mantém-se pré-candidata ao governo.

Porém, ele teme que isso [desistência] possa vir a ser verdade mais adiante.

Na avaliação do ex-parlamentar, a renúncia por parte de Roseana se configuraria como a decretação de uma morte política irreversível.

Ele lembrou que, em 2014, ao não deixar o governo para se candidatar ao Senado, Roseana cometeu gravíssimo erro que fez com que o “nosso grupo político padecesse nesses anos sem uma liderança mais expressiva no cenário político nacional”.

Embate – Pré-candidato a reeleição, o governador Flávio Dino (PC do B) utilizou suas redes sociais, ontem, para chamar Roseana para o embate político.

“Espero que a princesa da oligarquia dispute a eleição para o governo. Terei o maior prazer de debater todos os temas na TV do Sarney, já que eles só me entrevistam no período eleitoral, quando são obrigados por lei”, disse.

Abaixo, ouça o áudio.

Leia também:

Eleições 2018: Aliados divergem sobre desistência de Roseana

Marcial Lima parabeniza Policiais Civis e ouve reivindicações

21 de abril, feriado, dia de Tiradentes, da PM e da Polícia Civil, além de outras comemorações. Na Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro – bairro da Cohab, em São Luís, foi celebrada um missa em homenagem aos polícias civis que morreram este ano e pelo aniversário da instituição, o Sinpol(Sindicato dos Policiais) por meio de um manifesto reclama das condições da PC Maranhense.

Posted by Marcial Lima on Saturday, April 21, 2018

O vereador Marcial Lima (PRTB) aproveitou a celebração de uma missa em alusão ao Dia do Policial Civil, na Igreja de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, na Cohab, para dialogar com líderes sindicais sobre o momento vivido pela categoria, marcado por desvalorização.

Em conversa com o presidente do Sindicato dos Policiais Civis, Elton Neves, e com o vice-presidente Rayol, Marcial ouviu o lamento dos representantes da classe, que se dizem órfãos em razão do descaso e do tratamento desigual dispensado pelo governo Flávio Dino (PCdoB) aos profissionais da segurança pública.

O vereador lembrou que missa também marcou o sétimo dia da morte do policial Urbano, vítima de atropelamento, na Avenida dos Franceses, no último domingo (15).

Prefeito de Ribamar inaugura placa em homenagem a Flávio Dino

Tudo bem que o governador Flávio Dino (PC do B) tem sido um verdadeiro prefeito para o município de São José de Ribamar, na Grande Ilha de São Luís.

O comunista já executou importantes obras no setor da mobilidade urbana que beneficiam não apenas ribamarenses, mas também luminenses, raposenses e ludovicenses.

No mês passado – só para citar um exemplo — assinou ordem de serviço autorizando a pavimentação de 35 quilômetros de ruas e avenidas na chamada região das Vilas, a mais populosa da cidade do Santo Padroeiro do Maranhão.

Todo esse apoio dispensado por Flávio Dino a São José de Ribamar motivou o prefeito Luis Fernando Silva (não se sabe em qual partido o mesmo está filiado), que até 2014 era seu adversário político, a tomar uma atitude, no mínimo, curiosa.

Ontem, o governador esteve em São José de Ribamar acompanhando atividades do Mutirão da Saúde. Ele também teria recebido o título de cidadão ribamarense.

Para festejar o momento, Luis Fernando inaugurou uma placa, fixada na Maternidade Municipal, localizada na sede da cidade, que exaltava a visita do comunista à unidade de saúde.

Isso mesmo, caro leitor. Uma placa para homenagear o governador com a seguinte frase: Unidade visitada pelo governador do estado, Flávio Dino de Castro e Costa, em 21 de abril de 2018.

A homenagem patrocinada por Luis Fernando, que enfrenta diariamente o descontentamento da população, não repercutiu bem. Críticas variadas surgiram em grupos de mensagem do município e na blogosfera local.

Luís Fernando foi pré-candidato do Grupo Sarney ao governo do estado. Grupo, este, que defendeu durante cerca de 30 anos e pelo qual exerceu cargos diversos no primeiro escalão do governo.

À época, então filiado ao PMDB, ele disparava elogios a Flávio Dino nos quais o classificava de uma camarada que não tinha projeto político e que pregava, tão somente, uma tal mudança de gogó.

Quase quatro anos se passaram e, hoje, o prefeito ribamarense é Flávio Dino desde criancinha.

O que a política não fizer, nada mais faz.

Rodrigo Maia declara apoio a Weverton e Eliziane e garante que não haverá intervenção no DEM do Maranhão

Posicionamento do presidenciável ratifica que partido deverá indicar suplentes na chapa senatorial ligada a Flávio Dino, cuja gestão foi elogiada pelo democrata.

Pré-candidato a Presidência da República e figurando como um dos caciques com maior influência dentro do partido, o deputado Rodrigo Maia, presidente da Câmara Federal, declarou apoio público à chapa senatorial governista formada pelos deputados federais Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS).

O presidenciável, que esteve em São Luís recentemente, garantiu que a executiva nacional não irá intervir nas decisões tomadas pela direção do partido no Maranhão, que é comandado pelo deputado federal Juscelino Filho.

A afirmação de Maia ratifica o entendimento de que o DEM, ao contrário de indicar um quadro seu para ser companheiro de chapa do governador Flávio Dino (PC do B) ou o segundo nome para o Senado, participará das chapas majoritárias ligadas ao comunista oferecendo nomes que irão compô-las nas condições de suplentes.

Além de Weverton e Eliziane, Dino, vale ressaltar, apresentou a representantes de 14 partidos o seu desejo de repetir, este ano, a dobradinha vitoriosa de 2014 com o vice-governador Carlos Brandão (PRB).

Rodrigo Maia desembarcou na capital maranhense na sexta-feira à tarde. À noite, participou de encontro com empresários em um hotel no Centro de São Luís.

Antes disso, concedeu entrevistas aos programas Resenha e Ponto e Virgula, da TV Difusora e Rádio Difusora FM, respectivamente.

O presidenciável destacou o novo momento do DEM no qual lideranças jovens, como ele e o presidente nacional da sigla, prefeito ACM Neto (Salvador), estão tendo a oportunidade de conduzi-lo nesta fase política delicada pelo qual passa do Brasil.

Sobre Weverton Rocha, que é líder do bloco da Oposição na Câmara, Maia afirmou que o pré-candidato pedetista ao Senado é um político atuante, de destaque e que representa muito bem o Maranhão.

“Não tenho dúvidas de que o Weverton será eleito senador”, disse.

Sobre Eliziane, o deputado disse que o seu partido tem ótima relação com o PPS e, por este motivo, em um certo momento, avaliou não ser necessário a parlamentar deixar a legenda para se filiar ao DEM.

“A Eliziane, em qualquer aliança que seja, pode cumprir um bom papel como candidata ao Senado com o apoio do Democratas”.

Ao garantir que a executiva nacional não irá promover qualquer tipo de intervenção nos diretórios estaduais, Rodrigo Maia também elogiou a gestão Flávio Dino.

“Tenho excelente relação com o governador Flávio Dino e admiro a gestão dele”.

Maia finalizou sua agenda em terras maranhenses participando, ontem, do encontro estadual do DEM, na cidade de Santa Inês.

Edivaldo vistoria obras de requalificação de praça no Centro da capital

O prefeito Edivaldo vistoriou, neste sábado (21), as obras de requalificação da praça localizada no Canto da Viração com Rua Celso Magalhães, Centro, em frente à Unidade de Educação Básica Bernardina Spíndola, que também está sendo reformada pela Prefeitura.

A requalificação do logradouro, em fase de conclusão, é uma obra feita em conjunto entre as secretarias municipais e o Instituto Municipal de Paisagismo Urbano (Impur). Além da requalificação da praça, no local estão sendo realizados, pela Secretaria de Obras e Serviços Públicos (Semosp), serviços de recuperação da drenagem do entorno e melhoria da iluminação.

Segundo o prefeito Edivaldo, além de deixar a paisagem do local mais bonita, a obra vai contribuir para a recreação e aproximação da população. “É mais uma praça que estamos requalificado no Centro, com o intuito de promover o lazer e a integração das pessoas. Os moradores, com certeza, ganharão mais qualidade de vida, pois as crianças, jovens, adultos e idosos terão um lugar aprazível para o lazer. Em toda cidade estamos implementando melhoria dos logradouros, garantindo, assim, um direito dos cidadãos e cumprindo o papel do poder público”, assegurou o prefeito Edivaldo, que estava acompanhado da primeira-dama, Camila Holanda e de secretários municipais.

A requalificação, revitalização e ações de reforma, ampliação e construção de novos espaços em vários bairros da capital tem sido uma das tônicas da gestão do prefeito Edivaldo. “A Prefeitura vem proporcionando à população espaços de convívio social adequado, espaços que antes apresentavam aspectos de abandono e degradação estão sendo transformados em áreas agradáveis, propícias à prática esportiva e de desfrute de horas de lazer e descontração”, disse Mádison Leonardo.

O espaço de lazer e esporte em uma área do Centro Histórico da cidade ganhou área construída de 2.246,61 m², recebeu nova pavimentação do passeio, estacionamento, recuperação da quadra de esporte, construção de rampas, playground, academia de saúde e instalação de bancos.

Durante a vistoria da obra, o prefeito conversou com moradores da região do entorno da praça. Edivaldo pontuou a Antonio Mendes, morador da rua 23 de Novembro, Diamante, que a conclusão da obra ajudará a solucionar o problema de drenagem da rua Celso Magalhães, com a melhoria das galerias, calçadas e meio-fio.

“Sofremos há mais de 20 anos com este problema de drenagem. O assunto está sendo sempre lembrado nas reuniões do Comitê Gestor da praça. Com este compromisso do prefeito, finalmente teremos uma solução para esta situação”, ressaltou Antonio Mendes.

Desembargador nega habeas corpus ao delegado Tiago Bardal

O desembargador José Jorge Figueiredo dos Anjos, do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), negou habeas corpus, com pedido de Tutela da Evidência, impetrado em favor de Tiago Bardal, contra ato do juiz da 3ª Vara Criminal da Capital, José Gonçalo de Sousa Filho, que decretou a prisão preventiva do delegado por entender que em liberdade ele poderia perturbar a ordem e segurança pública com a intimidação de testemunhas, destruição de provas e embaraços ao regular seguimento do processo.

No pedido de habeas corpus, a defesa de Bardal alegou que a prisão preventiva se deu em razão de um fato ocorrido há mais de um ano, sendo antigo para justificar o decreto de prisão. Alegou que o delito de prevaricação é insuscetível de preventiva, sendo este inferior a quatro anos, e que o receio de reiteração do crime de peculato é anulado com o afastamento da função.

Sustentou também que o impetrado é absolutamente incompetente e que os crimes imputados têm conexão probatória com outros a cargo da Justiça Federal.

Apontou que a preventiva é excessiva, pois a soma das penas mínimas cominadas aos crimes (prevaricação e peculato) não ultrapassa os três anos, a ensejar a substituição da pena corporal por restritiva de direito. Assevera que a dosimetria virtual das penas a serem impostas revela que o regime inicial seria semiaberto e que existe interesse afetivo dos menores filhos do delegado, que estaria custodiado em local e condições inadequadas.

Os argumentos da defesa não convenceram o desembargador José Jorge Figueiredo, que em uma leitura minuciosa da documentação sobre a participação do delegado em associação criminosa, observou que o Juízo da 1ª Vara Criminal da Capital declinou da competência para a Justiça Federal, tendo a 1ª Vara Federal, no dia 2 deste mês, decidido pela manutenção da prisão preventiva do delegado, por entender subsistir os motivos que ensejaram sua decretação.

Ao analisar a decisão que decretou a prisão preventiva, o desembargador José Jorge Figueiredo dos Anjos verificou que a mesma atende todos os requisitos especificados em lei, encontrando-se devidamente fundamentada, levando em consideração prova da existência do crime e indícios de autoria, não restando dúvida ao juiz de base de que em liberdade, o delegado poderia perturbar a ordem e a segurança pública com a intimidação de testemunhas, destruição de provas e embaraços ao regular seguimento do processo.

No entendimento do desembargador, o decreto de prisão preventiva do delegado se revestiu das formalidades legais, razão pela qual inexiste o alegado constrangimento ilegal que leve à revogação da prisão preventiva decretada, restando também afastada a possibilidade de aplicação de medida cautelar menos gravosa.

Para o magistrado, a estreita via do habeas corpus não é adequada para dirimir questão de incompetência do Juízo estadual, por demandar análise mais aprofundada das provas e de todas as circunstâncias fáticas expostas na denúncia.

Em relação à afirmação de que existe interesse afetivo dos menores filhos do delegado, o desembargador enfatizou que a defesa não comprovou que o delegado é imprescindível aos cuidados especiais de pessoa menor de seis anos de idade ou com deficiência, nem que é o único responsável pelos cuidados dos filhos menores de doze anos, argumentando apenas a questão afetiva com base na Regra de Bangkok, o que se mostra insuficiente, tendo em vista que o princípio básico da referida regra é a necessidade de considerar as distintas necessidades das mulheres presas, o que não é o caso do delegado Tiago Bardal.

O desembargador José Jorge afirmou não ter identificado qualquer ilegalidade na prisão cautelar que ampare o pedido de habeas corpus, mantendo, assim, a decisão que decretou a custódia preventiva do delegado Tiago Bardal.

Prefeito Sissi Viana investe no desporto e promove segunda edição do JEGOV

O prefeito Sissi Viana participou, nesta última sexta-feira (20), da abertura da segunda edição dos Jogos Escolares Godofredenses (JEGOV).

A solenidade, realizada no Ginásio João Cirino Sobrinho, reuniu dezenas de estudantes da rede municipal de ensino de Godofredo Viana; representantes da classe política, dentre eles a vice-prefeita Lidalva Severo e vereadores; além de secretários municipais.

A realização do JEGOV é mais uma ação do gestor que visa incentivar o desporto amador na cidade, contribuindo, ainda, para promover a integração entre os agentes da juventude da cidade.

“Desde 2017, quando assumimos o município, estamos realizando diversas ações de incentivo ao esporte amador nas suas mais variadas modalidades. A gestão municipal de Godofredo Viana sempre apoiará o desporto porque enxerga neste setor uma ferramenta importante não apenas de lazer e entretenimento, mas também de inclusão social”, disse Sissi Viana.

A segunda edição dos Jogos Escolares Godofredenses funciona como uma etapa preparatória para os Jogos Escolares Maranhenses (JEM´S), cuja etapa regional, este ano, será realizada no município vizinho de Carutapera.

Os estudantes do município estão participando somente na modalidade Futebol de Salão – masculino e feminino.

O clima entre os alunos/atletas era de alegria e satisfação. De acordo com eles, o JEGOV realizado pela prefeitura é uma iniciativa muito importante, uma vez que congrega a juventude de Godofredo Viana.

Jefferson Portela afasta comandante que assinou ofício para suposto monitoramento de opositores

O secretário estadual de Segurança Pública, Jefferson Portela, confirmou nesta sexta-feira (20), em entrevista a uma Rádio de São Luís, que determinou ao Comando Geral da Polícia Militar o imediato afastamento das suas funções do coronel Antônio Markus da Silva Lima, responsável pelo Comando de Policiamento de Área de Barra do Corda.

A assinatura de Markus da Silva consta em um ofício que sugere que o Palácio dos Leões (reveja) teria autorizado a identificação e monitoramento de políticos que fazem oposição ao governador Flávio Dino (PC do B).

“Erro gravíssimo. Eu determinei a ele [Jorge Luongo] a imediata exoneração dos responsáveis por essa nota. Não tem como permanecer no controle de um processo eleitoral quem emite uma nota dessa. Nós somos uma corporação que tem disciplina e hierarquia. Qualquer informação de normas, cumprimentos gerais, tem que partir, como o nome diz, do Comando Geral, não pode ser de uma unidade. Ele contraria as regras da democracia e não pode”, afirmou Portela.

Flávio Dino, através das suas redes sociais, também negou qualquer orientação no que se refere à elaboração do documento.

O governador criticou o que ele classificou de “nível de desespero do coronelismo maranhense, que vem tentando as mais diversas manobras para voltar ao poder”.

“Absurdo imaginar que um papel assinado por um oficial da PM possa ter a minha orientação, apoio ou concordância. Ao tomar conhecimento, mandei demitir o autor do papel disparatado. Mandei também apurar por que esse oficial da PM assinou aquele papel absurdo. Ele irá responder a processo disciplinar para esclarecer os fatos. Sou servidor público há 29 anos, exercendo funções nos 3 Poderes. Nunca cometi uma ilegalidade. Nunca respondi a processo. Tenho biografia que me protege de armações e fraudes. A turma do mal vai perder de novo”.

Oposição – Os opositores de Flávio Dino não perderam tempo e criticaram o suposto ofício garantindo que irão exigir as providências necessárias das autoridades competentes.

O PRP, do pré-candidato ao governo, Ricardo Murad, disse que acionará a Justiça Eleitoral para evitar abusos.

O PSDB, do também pré-candidato Roberto Rocha, garantiu que provocará as instituições republicanas nacionais afim de garantir a solidez da democracia.

MP pede condenação de Albérico Filho por crime de improbidade administrativa

O Ministério Público do Maranhão (MPMA) ajuizou, em 16 de abril, Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa contra o prefeito do município de Barreirinhas, Albérico de França Ferreira Filho, e o secretário municipal de Educação, José Cicero Silva Macário Júnior.

A manifestação ministerial foi proposta pelo promotor de justiça Guilherme Goulart Soares.

Como medida liminar, foi pedida a suspensão imediata de todos os contratos decorrentes do edital nº 01/2018, referente a processo seletivo simplificado para a contratação temporária de professores, para atuarem na educação infantil e no ensino fundamental da rede municipal.

Em caso de descumprimento, foi sugerido o pagamento de multa diária no valor de R$ 50 mil.

Consta nos autos que o Município promoveu, em 2016, concurso público de provas e títulos, para o provimento de diversos cargos. O resultado final foi publicado em 28 de junho e em 30 de junho o certame foi homologado. O edital estabeleceu prazo de validade para o concurso de, no mínimo, dois anos.

Em 2017, a prefeitura convocou todos os professores aprovados dentro do número de vagas, restando aproximadamente 250 professores classificados, conforme cadastro de reserva.

Mesmo com o prazo de validade do concurso ainda em vigor e com lista de professores classificados, a administração municipal de Barreirinhas publicou, no dia 19 de fevereiro de 2018, edital de processo simplificado para a contratação temporária de professores. O documento foi assinado pelo prefeito e pelo secretário municipal de Educação.

Na ACP, o promotor de justiça frisou que a Constituição Federal estabelece que a contratação sem concurso público somente é permitida para atender necessidade temporária de excepcional interesse público, entre outros requisitos. Não preenchendo as condições necessárias, a administração pública não pode utilizar desta modalidade de contratação.

“Inventa-se todas as formas e desculpas possíveis para não nomear os aprovados. Por outro lado, multiplica-se as contratações precárias de terceiros apadrinhados, em prejuízo aos legítimos merecedores das vagas em alusão”, afirmou, na ação, Guilherme Goulart Soares.

O representante do MPMA também afirmou que o Estado brasileiro não tem dado a devida atenção para a educação de crianças e adolescentes. “Como consequência desse descaso estatal, parte de nossos jovens acabam trilhando o caminho das drogas e dos crimes. Um país sem educação é um país fadado ao fracasso”.

O promotor de justiça enfatizou, ainda, que o Maranhão ocupa o penúltimo lugar no ranking brasileiro do IDH, com índice de 0,639 enquanto a média brasileira é de 0,727.

“Uma educação de qualidade é o único caminho possível para a melhoria de vida da população maranhense. Quem permite que prefeituras nomeiem profissionais da área de educação de forma precária, política e sem critérios técnicos em detrimento de profissionais habilitados e aprovados em concurso público, relega a segundo plano a educação dos filhos dos mais necessitados e exercem protagonismo no papel de fomentador dos alarmantes índices de qualidade de vida da população do Maranhão”, concluiu o promotor de justiça.

Na ação, o MPMA solicita a condenação dos dois gestores por ato de improbidade administrativa por terem contratado servidores de forma irregular, com as seguintes penas: ressarcimento integral do dano, se houver, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos, pagamento de multa civil de até 100 vezes o valor da remuneração recebida pelo agente e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário pelo prazo de três anos.

Democratas mantém posição de participar da chapa majoritária de Flávio Dino

O partido Democratas no Maranhão mantém firme o posicionamento de figurar, com a indicação de um dos seus quadros, nas chapas majoritárias do governador Flávio Dino (PC do B) – seja como vice-governador, seja como o segundo nome para o Senado.

A confirmação foi dada, mais uma vez, pelo deputado federal e presidente da sigla no estado, Juscelino Filho, que conversou com o editor do blog nesta manhã.

Ontem, Dino reuniu representantes de 14 partidos que prestam apoio à sua reeleição.

Na oportunidade, o comunista anunciou sua preferência pela permanência na disputa do atual vice-governador, Carlos Brandão (PRB); e confirmou os deputados federais Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS) como primeiro e segundo nomes, respectivamente, ao Senado.

De acordo com Juscelino, durante o jantar no Palácio dos Leões, ele externou novamente a intenção do DEM em participar da chapa majoritária.

Ainda segundo o democrata, nada foi definido. “Nada foi definido ontem. O governador apenas colocou sua preferência, o que já era sabido de todos. Mas o DEM e mais alguns partidos entenderam que não era momento de definir o restante da chapa e amadurecer mais o debate”, disse.

O apoio do DEM à reeleição de Flávio Dino foi condicionado pela executiva nacional à participação da legenda na chapa majoritária de Dino.

O editor do blog já tratou do assuntou em outras oportunidades – reveja e reveja. 

Abaixo, reveja vídeo no qual do presidente nacional do partido e prefeito de Salvador, ACM Neto, também confirma a informação.