Juíza cassa mandato de prefeito de Coroatá e torna Flávio Dino e Márcio Jerry inelegíveis

A juíza Anelise Nogueira Reginato, da 8ª Zona Eleitoral de Coroatá, cassou os mandatos de Luís Mendes Ferreira Filho e Domingos Alberto Alves de Sousa, prefeito e vice-prefeito do município, respectivamente.

Na mesma sentença, proferida ontem (veja Aqui), a magistrada decretou a inelegibilidade, por um período de oito anos, do governador Flávio Dino e do ex-secretário estadual de Comunicação e Articulação Política, Márcio Jerry, ambos do PC do B; assim como do próprio prefeito e vice.

Dino é candidato a reeleição e Jerry pretende disputar uma das 18 vagas para Câmara Federal.

A decisão, é importante destacar, cabe recurso.

O govenador e o seu ex-auxiliar foram acusados de abuso de poder econômico e político na eleição municipal de 2016, quando Luis da Amovelar Filho concorria ao cargo de prefeito da cidade.

De acordo com a magistrada, através do programa governamental Mais Asfalto, Dino e Jerry beneficiaram o então candidato através de promessas feitas em atos públicos, por meio das quais afirmaram que Coroatá receberia novas obras de pavimentação e que estes serviços dependeriam da vitória do seu candidato a prefeito.

Flávio Dino e Márcio Jerry ainda não se pronunciaram sobre o assunto.