Presidente do PR admite que partido pode apoiar Roseana ou Eduardo Braide

Josimar de Maranhãozinho revelou que negociações entre a direção nacional do partido e o ex-presidente José Sarney estão adiantadas. No entanto, confirmou o seu desejo pessoal de permanecer na base de apoio do governador Flávio Dino.

Faltando dez dias para o início das convenções partidárias, o ex-presidente José Sarney (MDB), como já era esperado, intensificou o ritmo das articulações e trabalha fortemente, nos bastidores de Brasília, para minar a base de apoio do governador Flávio Dino (PC do B) que, hoje, conta com o apoio de 15 siglas para o seu projeto de reeleição.

A bola da vez é o Partido da República, legenda que detém o sexto maior tempo na propaganda eleitoral gratuita de Rádio e TV.

Sarney já esteve reunido em duas oportunidades com o presidente nacional do PR, Valdemar da Costa Neto, que ficou balançado com a proposta feita pelo ex-presidente.

A informação acerca dos encontros foi confirmada pelo presidente estadual do partido e pré-candidato a deputado federal, Josimar de Maranhãozinho, durante entrevista reveladora concedida ao programa Ponto e Vírgula, da Rádio Difusora FM, nesta noite.

Josimar informou que Sarney fez duas propostas a Valdemar. A primeira consistiria em o partido abandonar o barco do comunista e apoiar a pré-candidatura de Roseana Sarney (MDB), filha do ex-presidente, tendo a garantia de que indicaria o companheiro de chapa da ex-governadora.

A segunda trata-se do apoio do PR ao deputado estadual Eduardo Braide (PMN), terceiro colocado nas pesquisas de intenção de voto e que ainda aguarda obter apoios de siglas de porte grande, como é o caso da republicana, para confirmar seu projeto de disputar o comando do Palácio dos Leões.

Maranhãozinho não confirmou, mas deixou a entender que Braide também cederia à legenda o cargo de vice-governador.

“Estou muito preocupado com esta situação. Tenho ótima relação com a executiva nacional e o meu desejo pessoal é de que o PR continue no arco de alianças do governador Flávio Dino. Porém, o Valdemar mostrou-se animado com os acordos propostos e na quinta-feira [12] desembarcarei em Brasília para tratar com ele pessoalmente”, disse o deputado estadual.

Valdemar da Costa Neto, segundo Josimar, mostrou-se incomodado com o fato do PR, diante do seu tamanho, não possuir espaço em nenhum dos escalões da gestão Flávio Dino.

“Esta é uma situação que pesa muito. O PR é o sexto maior partido, o sexto maior tempo na propaganda eleitoral e mesmo assim não possui cargos no governo. Como disse e ratifico, meu desejo pessoal é permanecer na base de apoio do Flávio. Mas diante deste quadro, é necessário que o governador me ajude a resolver este problema junto a executiva nacional”, afirmou Josimar, acrescentando que a inserção do partido na estrutura administrativa do Palácio dos Leões poderia ser o antídoto para frear as negociações propostas por Sarney.

Senado – Além de cargos no governo, segundo o deputado, outro cenário que poderia brecar as conversações entre o ex-presidente e a direção nacional do PR seria um entendimento que resultasse na concessão ao partido da primeira suplência na chapa senatorial que será encabeçada pelo deputado federal Weverton Rocha, do PDT.

“Eu e o meu grupo político apoiamos incondicionalmente a pré-candidatura do Weverton. O PR figurando na primeira suplência também seria um aceno importante do grupo do governador Flávio Dino”.

Josimar garantiu não ter interesse na segunda vaga ao Senado do campo governista, hoje ocupada pela deputada federal Eliziane Gama (PPS).

Sobre Eliziane, inclusive, o deputado sentenciou que o seu partido não a apoiará em hipótese alguma.

2 ideias sobre “Presidente do PR admite que partido pode apoiar Roseana ou Eduardo Braide

  1. Pingback: “Não há possibilidade de votar nela” diz Moral da BR sobre Eliziane - Blog do Gláucio EriceiraBlog do Gláucio Ericeira

  2. Pingback: Com a promessa de ter duas Secretarias, Moral da BR mantém PR com Flávio Dino - Blog do Gláucio EriceiraBlog do Gláucio Ericeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *