Jardim admite que PT pode não coligar com PC do B e lançar chapa puro sangue ao Senado

O ex-secretário estadual de Esporte e Lazer e membro da executiva nacional do PT, Márcio Jardim, admitiu nesta quinta-feira (17), durante entrevista ao programa Repórter Difusora Segunda Edição, da Rádio Difusora FM, que o partido pode não coligar com o PC do B, do governador Flávio Dino, e lançar uma chapa puro sangue para disputar as duas vagas que serão abertas para o Senado no pleito deste ano.

A possibilidade, caso se confirme, será uma perda e tanto para o comunista, uma vez que o partido do ex-presidente Lula possui o maior tempo (1 minuto e oito segundos) na propaganda eleitoral gratuita dentre as siglas que, hoje, apoiam o projeto de reeleição do governador.

“Essa é uma hipótese, uma possibilidade que existe não só no Maranhão, mas no estado de Minas Gerais, para citar um exemplo que envolve o PT e o PC do B, o PC do B trabalha a possibilidade de lançar uma candidata ao Senado, que é a deputada Jô Moraes, de forma avulsa, não participa da chapa, apoia politicamente o governador Fernando Pimentel, que é do PT, mas terá uma candidatura ao Senado. Então, considerando estas possibilidades que existem em vários estados, eu diria que este é um cenário, mas não é um cenário que está no nosso horizonte primeiro. Nós queremos é participar da chapa majoritária do governador Flávio Dino, indicando um candidato a senador ou mesmo um candidato a vice-governador na hipótese de haver algum tipo de mudança nessa composição”, disse.

Em contrapartida, Márcio ratificou, mais uma vez, apoio do PT à reeleição de Dino e avaliou ser improvável que a legenda rompa politicamente com o comunista e chegue a lançar, além de candidatos senatoriais, um nome para o Palácio dos Leões.

“Hoje, a nossa decisão forte e firme é de apoio ao governador Flávio Dino, a sua reeleição. Mas existem muitas variáveis de interesse do jogo nacional. Em todos os estados, a tática eleitoral do partido estará subordinada ao interesse primeiro da candidatura de Lula. Então, no Maranhão, iremos marchar juntos com o governador Flávio Dino”.

Além de Márcio Jardim, o PT do Maranhão possui como pré-candidato ao Senado o professor universitário Nonato Chocolate.

Abaixo, confira o bate papo.

Leia também:

Petistas decidem cobrar de Flávio Dino vaga de vice ou na chapa para o Senado

Uma ideia sobre “Jardim admite que PT pode não coligar com PC do B e lançar chapa puro sangue ao Senado

  1. Pingback: Dino terá o PT, independentemente de ceder espaço privilegiado ao partido na majoritária - Blog do Gláucio EriceiraBlog do Gláucio Ericeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *