Delegado que investigava Máfia do Contrabando é assassinado no Araçagi

Davi Farias.

O delegado da Polícia Federal, Davi Farias de Aragão, de 36 anos, foi assassinado ontem à noite durante a festa de aniversário da sua filha, que era realizada em sua residência, no bairro do Araçagi, no município de São José de Ribamar.

O crime aconteceu quando três homens invadiram a casa da família do policial.

Davi Farias reagiu e travou luta corporal com dois criminosos. O terceiro desferiu várias facadas no delegado e, em seguida, conseguiu tomar a sua pistola efetuando um disparo no abdômen da vítima.

O delegado chegou a ser socorrido e levado para o Hospital. Porém, não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo.

Um dos criminosos, identificado como Wanderson Baldez, foi preso na Unidade de Pronto Atendimento da Vila Luizão.

Wanderson foi preso na UPA da Vila Luizão.

Ele foi ferido com um disparo efetuado pela vítima.

Os outros dois bandidos, identificados pelos nomes de David Martins e Leonardo, fugiram e continuam foragidos.

Davi Farias Aragão era um dos delegados responsáveis pelo inquérito que investiga um grupo de milicianos que era integrado por policiais civis e militares e que atuava no Maranhão fazendo o contrabando de mercadorias vindas do exterior – reveja, reveja e reveja.

A superintendência regional da PF divulgou, nesta manhã, nota (veja abaixo) lamentando a morte do delegado e garantiu que investigará o crime juntamente com a Polícia Civil.

Com profundo pesar, a Superintendência da Polícia Federal no Maranhão lamenta o trágico falecimento nesta data, 06 de maio, do Delegado de Polícia Federal DAVID FARIAS DE ARAGÃO, ocorrido durante assalto em sua residência localizada em São Luís/MA.

O estimado colega era natural desta capital, tinha 36 anos, era casado e tinha duas filhas. Ingressou na Polícia Federal há mais de doze anos, com atuação exemplar e comportamento louvável, coordenou várias operações policiais e contribuiu intensamente em ações de combate ao crime. Atualmente chefiava a Delegacia de Repressão aos Crimes Fazendários.

Logo após o crime, a Polícia Federal, em um esforço de todo seu efetivo, iniciou os trabalhos que já culminaram com a prisão de um dos três envolvidos no crime. O inquérito policial que apurará o latrocínio já foi instaurado e será conduzido pela Polícia Civil do Estado do Maranhão.

A Polícia Federal continuará  envidando todos os esforços possíveis para colaborar na elucidação dos fatos e prisão dos criminosos, solidarizando-se com familiares, amigos e colegas de trabalho, lamentando profundamente o triste episódio que retirou, de forma precoce, a vida do policial que deixará imensa saudade no nosso convívio.

Fica estipulado luto na instituição pelo prazo de 3 dias.

CASSANDRA FERREIRA ALVES PARAZI
Delegada de Polícia Federal
Superintendente Regional da SR/PF/MA

2 ideias sobre “Delegado que investigava Máfia do Contrabando é assassinado no Araçagi

  1. Pingback: MPF denuncia envolvidos no assassinato de delegado que investigava Máfia do Contrabando - Blog do Gláucio EriceiraBlog do Gláucio Ericeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *