Justiça decreta prisão de Bardal e advogado é detido pela Polícia

Thiago Bardal e Ricardo Belo estavam juntos na região do Quebra Pote, onde milicianos foram presos.

O delegado Thiago Bardal, da Polícia Civil do Maranhão, teve a prisão decretada nesta sexta-feira (02) pelo juiz Ronaldo Maciel, titular da 1ª Vara Criminal de São Luís.

Ex-Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), Bardal é acusado de integrar uma quadrilha de milicianos que atuava no estado fazendo o transporte e segurança de mercadorias contrabandeadas.

A prisão do delegado foi solicitada pela cúpula da Secretaria de Estado da Segurança Pública, comandada pelo seu colega de profissão, Jefferson Portela.

Também nesta sexta-feira, o advogado Ricardo Jefferson Muniz Belo, que é filho do desembargador aposentado Benedito Belo, do Tribunal de Justiça do Maranhão, foi detido por policiais civis.

Belo estava na companhia de Bardal horas antes da Secretaria deflagrar uma operação, no bairro do Quebra Pote, na zona rural de São Luís, na qual foram presos vários integrantes da milícia, sendo alguns deles policiais militares.

4 ideias sobre “Justiça decreta prisão de Bardal e advogado é detido pela Polícia

  1. Pingback: Portela afirma que vai investigar participação de políticos em milícia no Maranhão - Blog do Gláucio Ericeira

  2. Pingback: Nelma Sarney redistribui pedido de habeas corpus em favor de Tiago Bardal - Blog do Gláucio Ericeira

  3. Pingback: Justiça libera advogado acusado de envolvimento com milícia no Maranhão - Blog do Gláucio Ericeira

  4. Pingback: Fróz Sobrinho assume relatoria do caso Tiago Bardal - Blog do Gláucio Ericeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *