PT do Maranhão segue rachado também para o Senado

A exemplo do ocorre na eleição para o governo do estado, o Partido dos Trabalhadores no Maranhão também apresenta-se rachado quando o assunto é o pleito majoritário para o Senado Federal.

Neste sábado, o professor universitário Nonato Chocolate irá protocolar no diretório estadual da sigla, localizado no bairro do Cohafuma, sua pré-candidatura à Câmara Alta.

Chocolate integra a corrente Construindo um Novo Brasil (CNB), grupo que não faz parte do governo Flávio Dino (PC do B) e que defende que o partido lance candidatura própria ao Palácio dos Leões.

A pré-candidatura de Chocolate surge como um contraponto ao nome do ex-secretário estadual de Esporte e Lazer, Márcio Jardim, que faz parte da ala liderada por Augusto Lobato e Honorato Fernandes, presidentes dos diretórios estadual e municipal, respectivamente.

A dupla presta apoio à reeleição de Dino e a pré-candidatura ao Senado de Jardim, chancelada pela executiva nacional da legenda no fim do ano passado – reveja.

E assim segue o PT maranhense…Rachado, como sempre.

PS – Os dois grupos petistas só tem uma coisa em comum: defendem o nome de Lula para presidente da República e colam suas imagens no líder maior do partido.

Leia também:

No Maranhão, PT continua rachado e batendo cabeça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *