Pré-candidato ao Senado, Waldir Maranhão é o 2º mais faltoso na Câmara Federal

O deputado federal Waldir Maranhão (Avante) encerrou o ano de 2017 contabilizando um título pra lá de negativo para sua já conturbada carreira política e que fere de morte suas pretensões de figurar como candidato ao Senado pelo grupo do governador Flávio Dino (PC do B).

Levantamento feito pelo site Congresso em Foco mostrou que o parlamentar maranhense é o vice-campeão no quesito faltas ao trabalho em Brasília sem as devidas justificativas.

Dos 548 deputados que exerceram o mandato no ano passado, Waldir Maranhão foi o segundo que mais gazeteou o serviço para o qual foi eleito pelo povo, perdendo apenas para o alagoano Nivaldo Albuquerque (PRP).

Segundo o levantamento, Maranhão justificou apenas cinco das suas 35 ausências em plenário ou em outras atividades inerentes ao parlamento.

No rastro de Lula – Alguns fatos podem explicar a ausência de Waldir Maranhão em Brasília.

Um deles foi a caravana que o ex-presidente Lula realizou na região Nordeste e que teve início em agosto.

O petista, durante o período de duas semanas, visitou várias capitais promovendo atos políticos em prol da sua pré-candidatura à Presidência da República.

E seguindo o seu rastro, lá estava o deputado federal maranhense, que não desgrudou do ex-presidente nem por um minuto em busca de obter, sem sucesso, uma declaração sua de apoio ao seu projeto de chegar à Câmara Alta.

Assíduo – Felizmente, a notícia negativa protagonizada por Waldir Maranhão tem um outro lado.

O deputado federal Victor Mendes (PSD) aparece na lista dos parlamentares que compareceram a todas as sessões realizadas para votações.

Pedro Fernandes (PTB) também foi incluído no rol dos mais assíduos, tendo ficado em segundo lugar entre os parlamentares que integram a bancada maranhense na capital federal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *