Op. Pegadores: Flávio Dino volta a criticar trabalho da Polícia Federal

O governador Flávio Dino (PC do B) voltou a criticar o trabalho da Polícia Federal no Maranhão que, na semana passada, por meio da Operação Pegadores, desarticulou um esquema criminoso iniciado em 2015, primeiro ano da gestão do comunista, que teria desviado dos cofres da Secretaria de Estado da Saúde, segundo as investigações, mais de R$ 18 milhões.

Em suas redes sociais, nesta terça-feira (21), o governador afirmou estar aguardando a lista contendo os nomes dos mais de 400 funcionários fantasmas envolvidos no esquema de apadrinhamento político indicado pela Pegadores.

Ao afirmar que o seu governo já requereu oficialmente o documento por duas vezes, sem ainda ter sido atendido, Flávio Dino criticou o trabalho dos delegados federais que investigam o caso, sugerindo, ainda, que as investigações não podem ser conduzidas como peças políticas ou puramente midiáticas.

“Inventaram uma sorveteria “jocosa”. Será que a lista de “400 fantasmas” também foi inventada?”, questionou o governador em um dos trechos do seu comentário no Facebook.

De acordo com Dino, “a linha do nosso governo sempre foi e continua a ser de colaborar com todas as investigações sérias e isentas. Por isso queremos a lista. Para ajudar a esclarecer a verdade, qualquer que seja ela”.

A superintendência regional da Polícia Federal no Maranhão ainda não se pronunciou sobre as declarações do comunista.

Leia também:

A lógica comunista invertida (ou o incoerente discurso dos comunistas maranhenses – Parte II)

2 ideias sobre “Op. Pegadores: Flávio Dino volta a criticar trabalho da Polícia Federal

  1. Pingback: Op. Pegadores: Lista dos “400 fantasmas” já está na SES - Blog do Gláucio Ericeira

  2. Pingback: Delegada rebate críticas de Flávio Dino, que volta a sugerir uso político da PF - Blog do Gláucio Ericeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *