Todos por São Luís’ promove ações de conscientização ambiental em escolas do bairro Santa Cruz

Alunos da rede municipal de ensino são alvo de projeto com fins à conscientizar e educar sobre preservação do meio ambiente. A ação integra as atividades da 48º edição do programa ‘Todos por São Luís’, uma iniciativa da Prefeitura de São Luís, coordenado pela primeira-dama, Camila Holanda, com participação das secretarias municipais e apoio de parceiros. São mais de 30 ações entre palestras, rodas de conversa, cursos, oficinas, serviços de saúde e assistência social, exposições, entre outros. Esta edição ocorre no bairro Santa Cruz e prossegue até dia 23 de setembro.

O programa tem proporcionado o aprendizado, a geração de renda e diversas oportunidades para as comunidades contempladas, destacou a primeira-dama, Camila Holanda. “É uma iniciativa de grande significado, que além de oportunizar o conhecimento e a capacitação aos moradores, estreita os laços com a gestão que está mais perto para receber as demandas, ouvir os anseios. A inclusão da comunidade estudantil é muito importante e o ‘Todos’ tem seu diferencial nessa aproximação, por tornar possível levar um conjunto de serviços essenciais e, agora, trabalhar com as crianças, nas escolas, as questões ambientais”, destacou a primeira-dama.

O projeto educativo de conscientização ambiental é coordenado pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) e tem como tema ‘Homem e meio ambiente’, tratando da relação homem e natureza e a convivência harmônica entre estes dois elementos. “Com esse trabalho pretendemos sensibilizar os estudantes para a temática e despertar o interesse em desenvolver ações que possam garantir a preservação do ambiente”, pontuou a coordenadora pedagógica da Semosp e do projeto educativo, Márcia Cristina Matos Sardinha.

A roda de conversa sobre o meio ambiente debate subtemas, a partir do tema principal e finaliza com a produção de trabalhos sustentáveis, produzidos pelos próprios alunos. “Temos como base ações que as escolas já desenvolvem ou ideias que surgem durante os debates”, explica a coordenadora da ação. Os técnicos vão às unidades, apresentam o projeto e definem a proposta ambiental que será executada.

O projeto iniciou na última segunda-feira (11), na Unidade de Educação Básica (U.E.B.) José Assub, bairro Santa Cruz, com alunos do Ensino Fundamental, onde ficou definida a construção de uma lixeira educativa para estimular a coleta seletiva de resíduos.

No mesmo dia, alunos da U.E.B. Zuleide Bogéa, no bairro Vera Cruz conheceram o projeto. Na unidade é realizado trabalho de conscientização para coleta seletiva do óleo e a partir desta, as equipes propuseram a confecção de uma árvore sustentável. Nos galhos da árvore serão depositados itens sustentáveis e recicláveis como garrafas de papel e plástico, jornal e outros. Até o dia 22, uma unidade escolar será visitada pelo projeto.

Nesta quarta-feira (13), a partir das 8h30, as equipes da Semosp visitam os alunos do Ensino Fundamental a escola estadual Rio Grande do Norte, no Santa Cruz. A proposta é trabalhar o meio ambiente sob a ótica das ações da Semosp. “Vamos conversar com as crianças sobre o local onde vivem e o que anseiam no âmbito ambiental”, pontuou a coordenadora do projeto, Márcia Sardinha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *