Rocha, Madeira e Marques juntos e misturados em Imperatriz

O senador Roberto Rocha (PSB) cumpriu, nos últimos dois dias, uma extensa agenda política em Imperatriz, segundo maior colégio eleitoral do Maranhão.

Rocha foi ciceroneado pelos ex-prefeitos Sebastião Madeira (PSDB) e Ildon Marques (PSB).

O trio faz oposição declarada ao governador Flávio Dino (PC do B) e busca encontrar um caminho que lhe permita obter êxito nas eleições do ano que vem.

Pré-candidato ao governo do estado, Roberto Rocha terá que desembarcar em um novo partido caso realmente deseje enfrentar Dino em 2018.

Ele perdeu o controle da comissão provisória do PSB em São Luís, que era presidida pelo seu filho, o ex-vereador Roberto Rocha Júnior.

O partido na capital foi entregue ao deputado estadual Bira do Pindaré, aliado do comunista. Na esfera estadual, o PSB é comandado pelo prefeito de Timon, Luciano Leitoa, também aliado de Dino.

Os dois socialistas, no último fim de semana, dispararam vários “elogios” ao senador – reveja.

Ildon Marques também terá que deixar o PSB visando as eleições. O ex-prefeito, que ficou em segundo lugar no pleito municipal de 2016, perdendo por uma diferença pequena para o peemedebista Assis Ramos, é cotado para integrar a chapa senatorial ligada a Rocha ou até mesmo ser seu vice.

Mas há quem aposte que Marques poderá disputar uma vaga na Assembleia Legislativa.

Já Sebastião Madeira continua na chamada queda de braço em relação ao comando do PSDB no Maranhão.

Ele almejava reaver o partido, mas seu sonho desmoronou quando o ex-presidente nacional, senador Aécio Neves, foi pego em mais um fase da Lava Jato acusado de receber propina do grupo JBS.

Madeira é pré-candidato a deputado federal. O tucanato maranhense continua sob o controle do vice-governador, Carlos Brandão.

Mas é muito pouco provável que o partido no estado seja autorizado a repetir a dobradinha vitoriosa de 2014 com o PC do B.

Caso isso se confirme, o caminho estará aberto, inclusive, para Roberto Rocha retornar ao ninho tucano e, desta forma, garantir um partido de peso para sua empreitada de concorrer ao governo.

É aguardar e conferir.

Leia também:

Flávio Dino e Carlos Siqueira juntos…Adeus, Roberto Rocha

Eleições 2018: A derrota e a difícil missão de Roberto Rocha

As semelhanças entre Roberto Rocha e Sebastião Madeira

Uma ideia sobre “Rocha, Madeira e Marques juntos e misturados em Imperatriz

  1. Pingback: O incoerente discurso dos comunistas maranhenses - Blog do Gláucio Ericeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *