Eleições 2018: Roberto Rocha sonha em ter o controle do PSB e PSDB

O senador Roberto Rocha ratificou o que o editor do blog disse no último dia 22 (reveja): ele aposta todas as suas fichas em uma reviravolta no comando da executiva nacional do PSB para que, desta forma, possa permanecer no partido e disputar por ele o governo do estado ano que vem.

Em entrevista ao Jornal O Estado do Maranhão, Rocha confirmou que existem, sim, tratativas com o PSDB, partido que ele já comandou no estado, para o seu retorno.

Porém, informou que irá aguardar o resultado da eleição da executiva nacional do PSB, que será realizada até o fim de setembro ou começo de outubro, para definir se, de fato, deixa o socialismo e embarca, mais uma vez, no ninho tucano.

Roberto Rocha acredita que o vice-governador de São Paulo, Márcio França, possa ser eleito presidente nacional do PSB, o que, na avaliação do senador, lhe dará forças para retomar as rédeas do partido no Maranhão.

O atual presidente, Carlos Siqueira, é aliado do governador Flávio Dino (PC do B). Ele, o prefeito Luciano Leitoa (Timon) e o deputado estadual Bira do Pindaré – estes dois últimos presidentes dos diretório estadual e de São Luís, respectivamente — apoiam a reeleição do comunista.

Caso dê Márcio França, Rocha permaneceria na sigla e ainda contaria com o apoio do próprio PSDB, cuja executiva nacional não deverá autorizar apoio ao projeto de continuidade de Dino.

Portanto, caro leitor, estas são as alternativas do senador, que almeja enfrentar o seu ex-aliado Flávio Dino.

Leia também:

Bira é reeleito presidente do PSB e sacramenta saída de Roberto Rocha

Presidentes do PSB detonam senador Roberto Rocha

Uma ideia sobre “Eleições 2018: Roberto Rocha sonha em ter o controle do PSB e PSDB

  1. Pingback: Roberto Rocha articula para ter controle do PSB e PSDB - Blog do Gláucio Ericeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *