O IDAC de todos os governos

A ação de uma quadrilha especializada em desviar recursos públicos que deveriam ter sido empregados no setor da saúde do Maranhão ganhou, ontem, repercussão nacional com uma reportagem de quase nove minutos exibida pelo Fantástico, da Rede Globo.

Cerca de R$ 1 bilhão, segundo o superintendente da Polícia Federal no estado, Alexandre Saraiva, foram desviados nos últimos anos via Instituto de Desenvolvimento e Apoio à Cidadania (IDAC), responsável por administrar unidades estaduais de saúde.

E os contratos com o IDAC, segundo as investigações da Operação Rêmora, que continua em curso por parte da PF, foram firmados nas gestões do ex-governador Jackson Lago (PDT), já falecido; da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB); e do atual governador Flávio Dino (PC do B).

A reportagem confirmou que o primeiro contrato entre governo e entidade foi feito em 2008 na gestão do pedetista, que veio a ter o mandato cassado no ano seguinte. O valor ainda não foi revelado.

Já no governo Roseana Sarney, R$ 100 milhões em contratos foram firmados com o Instituto.

E na gestão Flávio Dino, que iniciou no dia 01 de janeiro de 2015, o volume alcança a casa dos R$ 242 milhões.

O governador comunista, somente na semana passada, depois que mais uma fase da Rêmora foi deflagrada – e que resultou na apreensão de dinheiro público sacado na boca do caixa e na prisão do presidente do IDAC, Antônio Aragão – determinou a rescisão do contrato.

Abaixo, assista a matéria veiculada ontem no quadro “Cadê o Dinheiro que Tava Aqui?”

3 ideias sobre “O IDAC de todos os governos

  1. Pingback: Deputado propõe CPI para investigar desvios de recursos da saúde no Maranhão - Blog do Gláucio Ericeira

  2. Pingback: Caso IDAC: Executiva nacional do PSDC mantém intervenção no diretório do Maranhão - Blog do Gláucio Ericeira

  3. Pingback: Deputados mostram desinteresse por CPI da Saúde - Blog do Gláucio Ericeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *