Lava Jato: Zé Reinaldo afirma que não foi citado nas delações da Odebrecht

O ex-governador e deputado federal, José Reinaldo Tavares (PSB), emitiu nota oficial na qual afirma que seu nome não foi citado por nenhum dos muitos delatores da nova fase da operação Lava Jato.

Zé Reinaldo teve o seu nome relacionado em uma nova lista de investigados, na qual constam nomes de mais de 100 políticos que, segundo delações de executivos e ex-executivos da Odebrecht, teriam recebido propina da empreiteira.

Segundo as delações, partiu do advogado Ulisses Sousa, que exerceu o cargo de procurador-geral do Estado na gestão do socialista como comandante do Palácio dos Leões, o pedido de propina para executivos da Odebrecht.

O nome de Zé Reinaldo, de fato, não foi citado em nenhuma das delações.

Confira, abaixo, a nota divulgada pelo ex-governador.

O Deputado Federal JOSÉ REINALDO (PSB-MA) não foi referido por nenhum dos muitos delatores – “colaboradores”, como dito no despacho do Ministro EDSON FACHIN – da Odebrecht, que apenas se referiram à suposta conduta de um auxiliar seu, quando exerceu o cargo de Governador do Maranhão, mandato encerrado em 31.12.2006.

Mesmo sem essa menção, o Ministério Público Federal, segundo a decisão do eminente Ministro EDSON FACHIN, resolveu requisitar a apuração, por ser “possível a conivência do então mandatário do Executivo, circunstância que demanda apuração aprofundada”. Como registrou também o Ministro FACHIN, “apresentado o pedido de instauração de inquérito pelo Procurador Geral da República, incumbe ao Relator deferi-lo (…) não lhe competindo qualquer aprofundamento sobre o mérito das suspeitas indicadas”.

Embora surpreso com a inclusão de seu nome entre os investigados, o Deputado JOSÉ REINALDO mantém-se absolutamente tranquilo, confiante na Justiça brasileira, e manifesta sua absoluta convicção que a apuração demonstrará sua inocência.

Saiba mais sobre a nova fase da operação Lava Jato que investiga políticos do Maranhão clicando AQUI, AQUI, AQUI e AQUI

2 ideias sobre “Lava Jato: Zé Reinaldo afirma que não foi citado nas delações da Odebrecht

  1. Pingback: Lava Jato: Acusado de receber R$ 5,5 milhões, Lobão era chamado de Esquálido pelo setor de propina da Odebrecht | Blog do Gláucio Ericeira

  2. Pingback: Procurador solicita arquivamento de inquérito contra Zé Reinaldo - Blog do Gláucio Ericeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *